Vendas do comércio paulistano reaquecem em setembro

Com ajuda da Semana Brasil na primeira quinzena, movimento do mês teve alta média de 20,9%, segundo o Balanço de Vendas da ACSP. Em outubro, Dia das Crianças deve ajudar a manter a trajetória de crescimento

Redação DC
05/Out/2020
  • btn-whatsapp
Vendas do comércio paulistano reaquecem em setembro

A economia da cidade de São Paulo ganhou força no último mês segundo o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), que mostram alta média de 20,9% nas vendas do comércio da capital em setembro, na comparação com agosto.

Os números são menores do que os registrados na primeira quinzena do mês, que apontavam alta de 35,8%. Esse resultado mais forte foi puxado pela Semana Brasil, ação promocional que ocorreu entre os dias 3 e 13 de setembro. 

LEIA MAIS:  Vendas do varejo paulistano caíram à metade entre março e agosto

Mesmo assim, os dados mensais sinalizam que há uma curva econômica ascendente, e que o aumento das vendas é gradativo desde a flexibilização do isolamento social.

Essa tendência de alta gradual, combinada com a aproximação do Dia das Crianças, promete um período positivo para o varejo. Marcel Solimeo, economista da ACSP, afirma que a expectativa é de que as vendas aumentem de 15% a 20% na data em comparação aos números de setembro. 

“É possível que, por conta de as crianças estarem em casa, os pais tenham ainda mais interesse em presenteá-las para entretê-las nesse Dia das Crianças”, explica.

A queda da economia no município e seu retorno gradativo podem ser observados em números.

Em março, por exemplo, época em que as pessoas começaram a ficar em casa, registrou-se um recuo de 27% em relação a março do ano anterior. Nos meses posteriores, a ACSP apontou queda de 63,8% e 67% (abril e maio), também comparado ao período similar de 2019.

O reaquecimento da economia começa a acontecer nos meses seguintes com o registro de quedas menores nas vendas. Em julho, o recuo foi de 54,9%, de 47,7% em julho e de 33,6% em agosto. Agora, setembro, a queda foi bem menos intensa, 14,6%.

O Balanço de Vendas é elaborado pelo Instituto de Economia da ACSP, com base em amostra fornecida pela Boa Vista Serviços.

FOTO: Rovena Rosa/Agência Brasil

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
--
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas