Robert Schoueri completa 100 anos: trajetória de produtividade

Empresário do ramo têxtil e decano integrante da diretoria da ACSP continua na ativa, e mantém papel de destaque em debates e ações voltadas ao desenvolvimento dos pequenos negócios e do comércio exterior

Redação DC
13/Abr/2022
  • btn-whatsapp
Robert Schoueri completa 100 anos: trajetória de produtividade

Produtividade. Essa é a palavra que define a trajetória e está em destaque na placa confeccionada para homenagear o empresário Robert Schoueri, decano integrante da diretoria da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) que comemora 100 anos de idade neste dia 13 de abril.

De perfil idealizador e ainda atuante, tem dedicado boa parte da vida profissional nos últimos 40 anos a debates e ações voltadas ao desenvolvimento dos pequenos negócios e ao incremento do comércio exterior, sendo o grande inspirador da criação do Conselho Brasileiro das Empresas Comerciais Importadoras e Exportadoras (Ceciex) da ACSP.

Descendente de libaneses nascido na antiga Maternidade São Paulo, Schoueri, que é fluente em quatro idiomas (português, inglês, francês e espanhol), formou-se na Escola de Engenharia Mackenzie, em 1946.

Após se formar, fez uma longa viagem com a mãe ao Egito, Líbano e vários países da Europa, onde estagiou em fábricas têxteis e empresas de engenharia. Ao voltar, no início da década de 1950, passou a se dedicar à indústria fundada pelo pai, a Fábrica de Fios e Linhas Marte.

Mesmo sendo engenheiro civil, destacou-se como administrador industrial no setor têxtil, e seu espírito de liderança levou-o a integrar a diretoria da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Lá, exerceu a presidência do seu Conselho de Produtividade, tornando-se representante do Sinditêxtil.

Após assumir a Fios e Linhas Marte, Schoeuri fundou as empresas Sanin Mercantil e Sanin Fios e Linhas. 

Em 1982, já envolvido no universo dos pequenos e médios negócios, incentivando-os a fazerem uso dos serviços das empresas comerciais e exportadoras (tradings), Schoueri passou a integrar o quadro diretivo da ACSP.

Foi membro da diretoria plena até 1987, participando ativamente de conselhos como o da Micro e Pequena Empresa. Até 1999, ocupou o cargo de vice-presidente, tornando-se, na sequência, coordenador de Comércio Exterior, sendo o anfitrião de missões comerciais de diversos países, como Portugal, Tailândia, China e Arábia Saudita, entre outros. Nesse período, o embrião do que seria o Ceciex da ACSP começava a se formar.

Finalmente passou a ajudar outras empresas e fincou a bandeira das exportações como almejava, desde a década de 60, "colocando produtos da Fios e Linhas Marte em mais de 40 países", conforme conta sua esposa Maria Lúcia Schoueri no livro "Linha de uma vida", publicado na ocasião do aniversário de 90 anos de Schoueri. 

HOMENAGEM AO SEU LEGADO

Além de superintendente do Conselho de Câmaras Internacionais, Robert Schoueri se tornou membro vitalício do Conselho Deliberativo da ACSP, do qual participa desde 1991. Em 2007, passou a integrar seu Conselho Superior.

Em 2012, foi um dos agraciados com o colar Carlos de Souza Nazareth, comenda criada pelo Conselho Cívico e Cultural da ACSP há 19 anos, e que simboliza a luta pela liberdade e pela construção de um futuro justo. 

Até hoje, participa ativamente dos encontros de empresários e economistas de diversos setores que, todos os meses, se reúnem na ACSP para avaliar a conjuntura e discutir soluções para o cenário econômico nacional.

Também atua como conselheiro em outras entidades de classe nas quais ocupou cargos de diretoria, como na Fiesp, Ciesp, ABIT (Associação Brasileira da Indústria Têxtil), AEB (Associação de Comércio Exterior do Brasil), das Câmaras de Comércio Argentina e Paraguai, do Rotary Clube e da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

"Robert Schoueri é sinônimo de dedicação, competência e lealdade. Sua história se confunde com a da própria ACSP, a casa que, em grande parte desses 100 anos, ajudou a construir", afirma Alfredo Cotait Neto, presidente da ACSP, da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) e da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB).

Cotait também reforça a influência de Schoueri na criação do Ceciex, desenvolvido graças a sua sugestão, orientação e conhecimento em comércio exterior, área que sempre defendeu como essencial para a economia do Brasil.

"Fica aqui uma mensagem de carinho ao Robert e seus familiares, para que comemorem essa data em harmonia, e com a sabedoria que é o exemplo do que foi e do que é o Schoueri em toda sua existência", diz o presidente da ACSP. "Em nome da Associação Comercial, muito obrigado por todos esses anos de colaboração e dedicação à nossa entidade. Parabéns."

Casado com Maria Lúcia desde 1954, Schoueri tem nove netos e é pai de Maria Alice, Antônio Carlos, Roberto Jr., Paulo Henrique, diretor e conselheiro da Fiesp, e do Prof.Luiz Eduardo, coordenador do Conselho de Altos Estudos de Finanças e Tributação (Caeft) da ACSP.

FOTO: Acervo ACSP

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Abr
Mai
Jun
IGP-M
1,1466
1,1072
1,1070
IGP-DI
1,1353
1,1056
--
IPCA
1,1213
1,1173
--
IPC-Fipe
1,1226
1,1227
--

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Mar
Abr
Mai
Demanda por crédito
0,6%
-4,3%
-2,1%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
-1%
1,1%
1,5%
Inadimplência do consumidor
5,1%
5,0%
7,5%
Recuperação de crédito
6,4%
1,8%
-5,6%
mais índices

Vídeos

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

2º Encontro "Liberdade para Empreender”

SOS Empreendedores - Crédito e negociação de dívidas

Colunistas