Impostômetro da ACSP vai atingir a marca de R$ 1,5 tri

Valor será atingido nesta sexta-feira (9/8), às 21 horas, de acordo com a entidade. Montante representa o total de impostos, taxas e contribuições pagos pelos contribuintes desde o início do ano

Redação DC
08/Ago/2019
  • btn-whatsapp
Impostômetro da ACSP vai atingir a marca de R$ 1,5 tri

O Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) atinge nesta sexta-feira (9/8), às 21 horas, a marca de R$ 1,5 trilhão.

O valor - que representa o total de impostos, taxas e contribuições pagos pelos contribuintes desde o início do ano – será alcançado 14 dias antes do que em 2018, indicando que os brasileiros estão pagando mais tributos aos cofres dos governos municipais, estaduais e federal.

“A carga tributária continua subindo e é nesse contexto que se discute a reforma tributária, da qual se espera simplificação do ônus burocrático - referente ao atendimento às várias exigências - com a unificação de alguns impostos”, diz Marcel Solimeo, economista da ACSP.

Para ele também nunca é demais lembrar que o Brasil tem a maior carga tributária entre os países emergentes e, ao mesmo tempo, não oferece serviços públicos na mesma medida.

“É preciso mais eficácia no corte dos gastos e na gestão das contas públicas”, cobra Solimeo.

O Impostômetro foi implantado em 2005 pela ACSP para conscientizar os brasileiros sobre a alta carga tributária e incentivá-los a cobrar os governos por serviços públicos de mais qualidade. Está localizado na sede da ACSP, na Rua Boa Vista, centro da capital paulista. Outros municípios e capitais se espelharam na iniciativa e instalaram seus painéis. No portal www.impostometro.com.br é possível acessar diversas informações tributárias.

FOTO: ACSP

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas