ACSP estima que vendas do Dia dos Pais devem crescer 20%

Alta prevista no movimento será nos primeiros dez dias de agosto ante igual período de julho, beneficiada pelo aumento da circulação de pessoas e volta do funcionamento de outras atividades

Redação DC
03/Ago/2020
  • btn-whatsapp

A Associação Comercial de São Paulo (ACSP) estima que o movimento de vendas do varejo da capital paulista cresça em torno de 20% neste Dia dos Pais, em relação aos primeiros dez dias de julho.

"Tendo em vista não apenas o apelo dessa data, mas também o fato de que muitos que não puderam presentear as pessoas durante o período do isolamento, agora as pessoas poderão aproveitar as promoções para comprar”, diz Marcel Solimeo, economista da ACSP.

Além disso, com a volta do funcionamento de outras atividades e mais gente circulando pela cidade, as vendas do varejo deverão ser beneficiadas, afirma.

“Embora venha ocorrendo ligeira melhora do emprego e da renda, como as perdas foram muito fortes durante o isolamento, na comparação com o mesmo período do ano passado, a queda ainda é muito grande”, pondera

Contudo, Solimeo avalia que, até o fim do ano, a tendência é de que o varejo possa espelhar um movimento próximo ao que apresentava no início da pandemia. 

NOS SHOPPINGS

Levantamento da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) aponta uma perspectiva positiva para o Dia dos Pais. Com a proximidade da data comemorativa e a ampliação da operação dos empreendimentos em diversos Estados, a expectativa é de alta de 9% nas vendas, em relação as semanas anteriores, e ticket médio de R$ 100.

Segundo o presidente da associação, Glauco Humai, a pesquisa mostra que, apesar de não ser ainda o cenário ideal, os shoppings estão conseguindo se movimentar.

"Nenhum shopping ou lojista tem a expectativa de recuperar ou mesmo superar o desempenho de vendas de 2019. Se compararmos o período de vendas para o Dia dos Pais ano a ano, a queda deve ser na média de 30%", afirma.

Porém, olhando o cenário atual, em que novos parâmetros tiveram que ser estabelecidos, a Abrasce tem comparado a evolução das vendas semana a semana, desde a data de reabertura dos empreendimentos. "Já observamos uma desaceleração na queda, e a expectativa é que este movimento seja intensificado com o Dia dos Pais", diz Humai. 

FOTO: Thinkstock

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
--
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas