Gestão

Faculdade do Comércio capacita associações pra ensino a distância


A instituição de ensino da rede Facesp tem, entre os objetivos, preparar o varejo para o mercado digital, diz o presidente da federação, Alfredo Cotait Neto


  Por Cleber Lazo  26 de Julho de 2021 às 07:44

  | Repórter Facesp cleber.lazo@facesp.com.br


Quarenta e três Associações Comerciais do Estado de São Paulo darão início à capacitação e à qualificação do comércio por meio dos polos de ensino a distância (EAD) da Faculdade do Comércio (FAC-SP), instituição de ensino da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

Representantes das entidades, que darão a largada nesta nova etapa de democratização do conhecimento via rede associativista, participaram, na sexta-feira (23), da super capacitação para a instalação dos polos EAD. O evento foi realizado no auditório do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis no Estado de São Paulo (Sescon-SP), na capital paulista, e seguiu todos os protocolos de saúde.

De forma interativa e didática, o passo a passo da instalação e da operação dos polos foi apresentado. Entre as informações repassadas estiveram: dados sobre o mercado EAD; cursos oferecidos; repasses às entidades; campanhas de marketing; e estratégias de atuação do setor comercial. Um manual de instalação dos polos foi entregue aos participantes.

“As Associações Comerciais entram em uma nova era”, afirmou o presidente da Facesp, Alfredo Cotait Neto, que participou da abertura da super capacitação. “Além da representação institucional e da oferta de soluções para ajudar o negócio do associado, nossas entidades passam a atuar no campo educacional, qualificando o comércio para que se mantenha atualizado e competitivo e continue gerando renda e riqueza”.

Cotait destacou que a FAC tem um objetivo específico: capacitar o comércio para o mercado digital. “Aproveitem esta nova ferramenta que a Facesp criou para requalificarem as pequenas empresas e o comércio da sua cidade. Par aqueles que evoluírem, as portas do sucesso continuarão abertas”, disse o presidente.

De forma virtual, Marco Bertaiolli, vice-presidente da Facesp e deputado federal, avaliou que polo EAD “dará amplitude ao trabalho das ACs e também modernizará a rede”. “Estaremos mais próximos dos anseios dos empreendedores, que buscavam uma capacitação de qualidade e o acesso direto ao conhecimento relacionada a sua área de atuação”, disse.

Um dos responsáveis por acompanhar e destravar a homologação dos cursos EAD no Ministério da Educação (MEC), Bertaiolli destaca que a conquista da FAC “coloca a rede Facesp em um patamar diferenciado, ao levar a oportunidade de conhecimento a todo Estado, sem distinção, dos menores aos grandes municípios”. “Com o Plano de Fortalecimento (PFor) da rede Facesp e, agora, com a chegada da Faculdade do Comércio, nossas entidades têm as condições necessárias para serem cada vez mais plurais e sustentáveis”, observou.

“Vamos largar com 43, porém, todas as Associações Comerciais poderão se transformar em polo de ensino. Outras 12 estão com o processo muito avançado”, revelou o diretor-geral da FAC, Wilson Victorio Rodrigues. “Nosso foco é a capacitação do varejo, do comércio, do empreendedorismo”, disse.

Diretor acadêmico da FAC, o professor Roberto Macedo ressaltou que o método de ensino adotado tanto no modelo presencial quanto no ensino a distância oferecerá conteúdos que transmitirão habilidades e competências aos alunos. “O estudante receberá todo o conteúdo necessário para estar plenamente capacitado para o mercado”, afirmou.

 

IMAGEM: Divulgação/Facesp






Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade




Publicidade



Publicidade




Publicidade