Via Varejo começa a testar novo modelo de loja multioperadora

Foram abertos 20 pontos de vendas. Neles, os clientes podem comparar serviços e pacotes das operadoras e escolher a melhor combinação entre eles e os aparelhos

Redação DC
21/Nov/2014
  • btn-whatsapp
Via Varejo começa a testar novo modelo de loja multioperadora

A Via Varejo, do Grupo Pão de Açúcar, controladora das redes Casas Bahia e Ponto Frio, abriu um novo modelo de loja de telefonia celular em cinco capitais. Batizados de Casas Bahia Mobile e Ponto Frio Mobile, os estabelecimentos são dedicados exclusivamente à venda de celulares, smartphones e tablets, aliados aos serviços de quatro das principais operadoras de telefonia celular do País (Claro, Oi, Tim e Vivo).

"Nelas, os consumidores, podem comparar os serviços e pacotes das operadoras e escolher a melhor combinação entre eles e os aparelhos em um só ponto de venda", afirma Líbano Barroso, presidente da Via Varejo.

O projeto de lojas multioperadoras é semelhante às que existem nos Estados Unidos e na Inglaterra. "Quando fizemos o planejamento estratégico da companhia, no ano passado, vimos que o cliente busca cada vez mais produtos com serviços no mundo do varejo", explica Barroso. "É esse o conceito por trás da nossa entrada no ramo dos móveis planejados (anunciada no último dia 7 de novembro) e, agora, da telefonia celular, em parceria com as operadoras."

Foram abertas 10 lojas da rede Mobile, chamadas pela empresa de stand alone, em shopping centers de São Paulo, Rio, Salvador, Recife e Fortaleza, e outras dez unidades dentro de lojas já existentes das redes Casas Bahia e Ponto Frio nessas capitais – conhecidas como "store in store". Os 20 pontos de venda consumiram R$ 12 milhões em investimentos e servirão, de acordo com Barroso, de laboratório do novo modelo. "As cidades escolhidas são capitais representativas do mercado nacional e vão permitir uma avaliação desse novo modelo, antes de pensarmos em expansão", afirma.


Loja conceito da

Para concretizar o projeto, a Via Varejo convidou o executivo Flávio Salles, com passagens por diversas empresas de telecom desde 1996 - como BCP, Claro, Oi e Motorola -, para elaborar o plano estratégico. No cargo de diretor comercial de Mobile na empresa desde maio, Salles procurou as principais operadoras de telefonia celular do País para apresentar a proposta. "Em todos os casos, a aceitação foi imediata", diz.

De acordo com o executivo, o novo modelo de negócios da Via Varejo não representa concorrência às lojas próprias das operadoras, que também vendem aparelhos atrelados a pacotes de telefonia e dados. "As lojas das operadoras, hoje, cumprem duas funções: venda de planos e aparelhos e atendimento aos clientes", conta. "Agora, elas vão poder focar em seu negócio principal, que é a relação com seus consumidores."

Salles também aponta a capilaridade da Via Varejo e a diversidade de formas de pagamento e de acesso a crédito pelos consumidores como diferencial que fez as operadoras aderirem à novidade. "Já estamos planejando o próximo passo, em que vamos conseguir integrar os benefícios dos planos de fidelidade das operadoras a nossa operação e, até, prestar algum tipo de serviço, como impressão de segunda via da conta dos clientes", diz.

 

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas