Boa Vista estreia na B3

A oferta inicial de ações da empresa de informações de crédito ligada à ACSP foi precificada em R$ 12,20. Os papéis da empresa serão negociados por meio do ticker BOAS3

Mariana Missiaggia
30/Set/2020
  • btn-whatsapp
Boa Vista estreia na B3

Em uma cerimônia virtual, na manhã desta quarta-feira (30/9), a Boa Vista inaugurou a sua oferta pública inicial de ações (IPO) e deu início à negociação de suas ações no segmento Novo Mercado com o ticker BOAS3.

O evento foi acompanhado por Gilson Finkelsztain, presidente da B3, Dirceu Gardel, presidente da Boa Vista, Alfredo Cotait, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e Facesp, e Luiz Francisco Novelli Viana, fundador e presidente da TMG e presidente do comitê executivo da Boa Vista.

A Boa Vista chega à bolsa com uma oferta primária de 83,3 milhões de ações e emissão secundária de 71,3 milhões de ações. Ainda pode ser oferecido um lote de ações suplementar de até 15% do total de ações (primário + secundário), ou seja, um lote de 23,2 milhões de ações, se houver forte demanda. 

FINKELSZTAIN, GARDEL, VIANA E COTAIT ACOMPANHARAM CERIMÔNIA
DE ESTREIA DA BOA VISTA NA B3

Considerando o preço da ação no centro da faixa indicativa (R$ 12,20) da oferta base, a empresa levantará R$ 955,5 milhões em recursos líquidos. Deste total, 94% serão destinados para aquisições e 6% para novas iniciativas. A oferta secundária será realizada apenas pelos dois maiores sócios: ACSP e TMG. Em caso de diluição máxima, a maior acionista individual (ACSP) será diluída de 51,96% para 28,06%. 

Num resgate histórico, Cotait recordou que a companhia foi estruturada sobre as bases de um serviço de mais de 60 anos, o Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC).

“A ACSP investiu em tecnologia e sistemas criando um banco de dados amplo e moderno que em 2010 foi transformado em empresa, a Boa Vista”, diz.

A Boa Vista é a primeira empresa do setor de análise de crédito a abrir o capital no país. Nas palavras de Finkelsztain, a companhia com mais de 60 anos evoluiu a partir de um serviço tradicional de proteção de crédito no mercado e hoje estrutura informação com conteúdo analítico, trabalha em scores de crédito, algoritimo e está próximo de seus clientes na tomada de decisão.

São mais de 20 mil clientes ativos - fintechs, instituições financeiras e grupos varejistas - com registro de mais de 200 milhões de pessoas físicas e 40 milhões jurídicas.

O movimento acontece após a entrada em vigor da reforma do cadastro positivo - sistema que contém histórico de crédito que dá aos tomadores adimplentes a chance de obter novos empréstimos mais baratos. 

A Boa Vista pediu registro para oferta inicial de ações no começo de março, mas suspendeu o pedido logo depois, à medida que a pandemia do novo coronavírus afetou os mercados. No entanto, o crescimento acelerado das consultas ao cadastro positivo fez a companhia reconsiderar.

 

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas