Total de fusões e aquisições é o maior desde 2010

Montante do primeiro semestre de 2018 foi puxado pela operação de fusão da Suzano com a Fibria, que movimentou R$ 47,7 bilhões, segundo a Anbima

Estadão Conteúdo
12/Set/2018
  • btn-whatsapp
Total de fusões e aquisições é o maior desde 2010

O volume de transações de fusões e aquisições no primeiro semestre deste ano somou R$ 84 bilhões - o maior desde 2010, de acordo com a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais (Anbima), o maior desde 2010.

O montante é puxado pela operação de fusão da Suzano com a Fibria, que movimentou R$ 47,7 bilhões, a maior transação realizada desde 2008. Em relação ao mesmo período do ano passado, o número representa um crescimento de 54,8% nas fusões e aquisições.

Dimas Megna, coordenador do Subcomitê de Fusões e Aquisições da Anbima, afirmou que o volume de fusões e aquisições previsto para este ano deve ficar em linha ao realizado em anos anteriores, apesar da turbulência pré-eleitoral.

"Tivemos um primeiro semestre ativo e diante das transações já anunciadas no começo deste segundo semestre, posso dizer que o resultado será alinhado com anos anteriores", disse.

No entanto, ele acredita que pode haver uma redução nas atividades do mercado de fusões e aquisições por conta de incertezas eleitorais.

"É claro que daqui até o final do ano pode haver uma redução da atividade por conta da incerteza e pluralidade de respostas para temas importantes, em contrapartida ao que vimos no começo do ano, em que o mercado de fusões e aquisições aquecido esteve ancorado na pauta da recuperação econômica", completou.

A Anbima notou ainda que o número de operações acima de R$ 1 bilhão cresceu em participação nos seis primeiros meses de 2018, para 20,9% do total de operações realizadas, contra 17,1% no mesmo intervalo do ano passado. 

IMAGEM: Thinkstock

 

 

 

 

 

 

Indicadores de Crédito da Boa Vista

Índice
Mar
Abr
Mai
Demanda por crédito
0,6%
-4,3%
--
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
-1%
1,1%
--
Inadimplência do consumidor
5,1%
5,0%
7,5%
Recuperação de crédito
6,4%
1,8%
-5,6%
mais índices

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mar
Abr
Mai
IGP-M
1,1477
1,1466
1,1072
IGP-DI
1,1557
1,1353
1,1056
IPCA
1,1130
1,1213
1,1173
IPC-Fipe
1,1096
1,1226
1,1227

Vídeos

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

2º Encontro "Liberdade para Empreender”

SOS Empreendedores - Crédito e negociação de dívidas

Colunistas