Sob comando de Klein, Via Varejo busca executivos em rivais

Foi no Magazine Luiza que a empresa de Michael Klein encontrou o novo nome para tocar sua operação online: Ilca Sierra, que comandava a área de marketing multicanais da concorrente

Estadão Conteúdo
03/Jul/2019
  • btn-whatsapp
Sob comando de Klein, Via Varejo busca executivos em rivais

A Via Varejo, agora sob comando da família Klein, escolheu o executivo Roberto Fulcherberguer como presidente da companhia e começou a fazer uma ofensiva sobre executivos da concorrência, em especial do Magazine Luiza, rede que tem abocanhado cada vez mais vendas e também a preferência do mercado financeiro nos últimos anos.

Foi na rival que a empresa encontrou o novo nome para tocar sua operação online: Ilca Sierra, que estava no Magazine havia quase 10 anos e comandava a área de marketing multicanais da varejista.

A atuação online é considerada uma das principais deficiências atuais da Via Varejo. A companhia também anunciou a contratação de outros cinco executivos, com passagens por varejistas como Walmart e Carrefour.

Em vídeo divulgado pela varejista para funcionários na segunda-feira, 1.º, Fulcherberguer, que atua no varejo há mais de 20 anos, com passagens por companhias como Arapuã e Grupo Pão de Açúcar, prometeu reduzir o espaço que a dona da Casas Bahia e do Ponto Frio perdeu para o Magazine Luiza, consertando o rumo da companhia.

Endereçando diretamente o fato de a Via Varejo ter perdido espaço nos últimos anos para o Magazine Luiza, Fulcherberguer afirmou que “tem alguma coisa errada” com a posição atual da proprietária da Casas Bahia. “Nós vendemos R$ 10 bilhões a mais do que a nossa principal concorrente, mas eles valem R$ 34 bilhões a mais na Bolsa”, disse.

O executivo também criticou diretamente a gestão do GPA – e, por conseguinte, dos franceses do Casino – à frente do negócio. “Temos de voltar a fazer o básico bem feito”, frisou. “Vamos ter um rumo certo e preciso porque a Via Varejo tinha um rumo a cada ano (até agora)”, disse o executivo. Desde 2013, quando deixou a vice-presidência comercial da Via Varejo, Fulcherberguer atuava no conselho da varejista.

O novo presidente da Via Varejo também afirmou que haverá mudanças na atuação online e prometeu também reformas nas lojas, embora tenha afirmado que a transformação não ocorrerá “do dia para a noite”. “Sei que tem muita demanda por fachada nova, por ar condicionado, por reforma de piso”, admitiu.

Com a saída do Grupo Pão de Açúcar da sociedade da varejista de eletrodomésticos, 12 altos executivos foram substituídos. O ex-presidente da Via Varejo Peter Estermann, que acumulava o cargo com a liderança do GPA, renunciou ao cargo após a saída do grupo do rol de acionistas da empresa de eletrodomésticos.

Tirar a atual vantagem do Magazine Luiza será uma corrida ladeira acima. Segundo dados do fim do ano passado, a Via Varejo ainda é uma empresa bem maior do que o Magazine Luiza, com receita bruta de mais de R$ 30 bilhões. No entanto, a companhia mostra um resultado líquido negativo e está bem distante em vendas pela internet. Enquanto 38% da receita do Magazine Luiza foram originados no meio online, a Via Varejo arrecadou 19% do que vendeu na internet.

Procurado, o Magazine Luiza não comentou.

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas