São José dos Campos aumenta dependência do setor aeronáutico

É agora a quarta cidade exportadora do país. A venda de aviões está no topo da lista. Eletrônicos, veículos, e produtos médicos perderam representatividade

Mariana Missiaggia
18/Abr/2016
  • btn-whatsapp
São José dos Campos aumenta dependência do setor aeronáutico

Se as altas registradas pelo dólar nos últimos meses, as maiores desde 2005, causam perdas para o mercado financeiro, elas podem apresentar um efeito positivo para quem exporta. 

A indústria nacional, especialmente a que não depende de matéria-prima do exterior, se fortalece diante dos produtos importados, que se tornam mais caros.

Na maior cidade do Vale do Paraíba, São José dos Campos, a 110 quilômetros da capital, os três primeiros meses do ano registraram um aumento de vendas de 23% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com a Secretaria de Comércio Exterior, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Mais de US$ 1 bilhão em produtos.

LEIA MAIS: Câmbio favorável estimula indústria brasileira a exportar

Somente em março, o município exportou US$ 466,7 milhões, quase 40% mais do que no mesmo mês do ano passado. 

Com este resultado, o município ocupa a quarta posição do ranking das principais cidades exportadoras do país, atrás apenas das capitais São Paulo e Rio de Janeiro e da cidade de Paranaguá (PR).

Apesar de positiva, a notícia traz um alerta para o município. Principal produto de vendas da cidade, as peças aeronáuticas e aviões são os itens que predominam na lista de produtos exportados, tornando São José dos Campos ainda mais dependente do setor, e principalmente da Embraer. 

Anteriormente, aparelhos de transmissão de telefonia celular, veículos, autopeças e produtos médicos faziam parte da gama de produtos exportados. 

A General Motors, que registra queda nas vendas de veículos desde 2013, anunciou que a partir de maio, as atividades no setor conhecido pela sigla CKD serão encerradas na planta de São José dos Campos. As operações serão transferidas para Mogi das Cruzes, a 50 quilômetros de São Paulo. 

LEIA MAIS: Balança comercial atinge 3º maior saldo com queda das importações

Na unidade do Vale do Paraíba, a montadora produz no setor kits para exportação de veículos e emprega cerca de 150 trabalhadores.

Na opinião de Leandro Silva, professor de ciências econômicas, do Centro Universitário Newton Paiva, a notícia não deveria ser comemorada.

Ele aponta que as fortes altas da moeda americana traz à tona um enorme problema cultural. O brasileiro só se lembra de exportar quando o dólar sobe.

“Assim que a moeda cai, sumimos do mercado externo, e não estabelecemos parcerias. O câmbio de R$ 2,80 já é muito favorável para isso." "O empresário tem que reduzir custos, e se fortalecer para exportar sempre”, diz.

Ou seja, empresas e indústrias brasileiras tratam a exportação como um assunto sazonal, quando deveria ser definitivo.

Outro ponto destacado por Silva, é que o atual governo deu preferência a acordos com países de baixa representatividade comercial, o que desestimulou empresas nacionais a investirem na modalidade. 

Além disso, de acordo com Silva, o enfraquecimento das exportações da indústria automobilística de São José dos Campos, com 863 funcionários da GM, Volks e Ford com contratos de trabalho suspensos temporariamente, ainda não pode ser diretamente associado à alta do dólar.

“Nossas montadoras, em geral, têm um problema de infraestrutura, e ainda estão muito aquém do que é produzido lá fora, onde os carros são tecnicamente melhores, e mais baratos.”  

LEIA MAIS: O que é preciso saber sobre exportação antes de dar o primeiro passo

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas