Comércio de Campinas pode funcionar com drive-thru e delivery

Pedido foi encaminhado pela Associação Comercial da cidade (ACIC) e atendido pelo prefeito Jonas Donizette, e lojas poderão funcionar nos dias de lockdown nesses dois sistemas

Redação DC
23/Dez/2020
  • btn-whatsapp
Comércio de Campinas pode funcionar com drive-thru e delivery

Com a decretação da fase vermelha do Plano São Paulo do governo estadual, o comércio de Campinas poderá atender apenas nos sistemas de drive-thru e delivery nos dias, 26 (sábado) e 27 (domingo) de dezembro de 2020 e 02 (sábado) e 03 (domingo) de janeiro de 2021.

Na véspera do Natal, o comércio de rua funcionará das 8h às 18h. Já nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro, feriados nacionais, as lojas permanecerão fechadas. Dia 31 de dezembro o funcionamento será das 8h até às 15h. á nos dias 25 de dezembro e 1º de janeiro, feriados nacionais, as lojas permanecerão fechadas. 

LEIA MAIS:  Com restrições, comércio paulista espera que o Natal empate com 2019

O pedido para que as lojas pudessem atender no sistema de entrega ou retirada de mercadorias durante o lockdown (26 e 27 de dezembro e 2 e 3 de janeiro de 2021) foi apresentado na última terça-feira (22/12) pela presidente da Associação Comercial de Campinas (ACIC), Adriana Flosi, ao prefeito Jonas Donizette, que atendeu à solicitação.

A posição divulgada ontem pelas Associações Comerciais (ACs) de todo o país é a de que, apesar dessas novas restrições ao funcionamento do varejo aumentarem as dificuldades que o setor já vem enfrentando desde o início da pandemia, considerando a situação atual de aumento dos casos de Covid-19, elas são necessárias.

O apelo das ACs é para que a população colabore, evitando aglomerações nas comemorações das festas de fim de ano, em benefício das famílias e de toda população. A expectativa é a de que novas restrições não sejam necessárias para que o comércio possa voltar a funcionar normalmente no menor prazo possível, pois os custos das medidas restritivas foram bastante significativos para as empresas, especialmente para as menores. O comércio ainda deverá suportar muitas dificuldades até que a economia retorne à normalidade. 

FOTO: ACIC

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
--
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas