Negócios

Intenção de consumo das famílias cresce 1,4% em outubro


O percentual de famílias que se sentem mais seguras em relação ao emprego também cresceu foi de 31,7% em outubro, ante 30,7% em setembro


  Por Estadão Conteúdo 24 de Outubro de 2017 às 11:44

  | Agência de notícias do Grupo Estado


Os consumidores brasileiros mostraram-se mais propensos às compras em outubro, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) cresceu 1,4% em relação a setembro, para 77,9 pontos. Em relação a outubro de 2016, o avanço foi de 5,4%.

"A intenção de consumo das famílias segue em recuperação lenta, porém progressiva. Os sinais de regeneração do mercado de trabalho deverão contribuir para elevar o grau de confiança dos consumidores nos próximos meses, dando sustentabilidade ao ritmo de crescimento das vendas", analisa Juliana Serapio, assistente econômica da CNC, em nota oficial.

Dentro da escala de 0 a 200 pontos, o único subitem acima da zona de indiferença (100 pontos) é o componente Emprego Atual, que aumentou 0,9% em outubro ante setembro, para 107,4 pontos. Em relação a outubro do ano passado, houve alta de 1,7%.

O percentual de famílias que se sentem mais seguras em relação ao emprego atual foi de 31,7% em outubro, ante 30,7% em setembro.

A percepção das famílias sobre a Renda Atual teve melhora de 1,5% em relação ao mês anterior. Na comparação com 2016, o subitem cresceu 1,6%.

A preocupação das famílias em relação ao mercado de trabalho foi evidente no componente Perspectiva Profissional, que apresentou queda de 0,9% na passagem de setembro para outubro, para 93,1 pontos. Em relação a outubro de 2016, o subitem caiu 5,7%.

O componente Nível de Consumo Atual, aos 54,5 pontos, teve um aumento de 0,7% ante setembro e elevação de 14,8% em relação a outubro do ano passado.

A maior parte das famílias, porém, declarou estar com o nível de consumo menor que o do ano passado (59,3% em outubro, ante 59,6% em setembro).

A Perspectiva de Consumo cresceu 5,4% em relação ao mês anterior. Na comparação com outubro do ano passado, houve alta de 16,7%.

O item Momento para Duráveis registrou elevação de 2,3% na comparação com setembro. Em relação a outubro de 2016, o componente teve aumento de 16,7%. O item Acesso ao Crédito, com 71,7 pontos, registrou aumento de 1,3% na comparação mensal e avanço de 7,4% em relação a outubro do ano passado.

FOTO: Thinkstock