Economia

Inflação em março tem menor taxa desde 1994


Os gastos com saúde e cuidados pessoais evitaram uma queda maior do IPCA, de acordo com o IBGE


  Por Agência Brasil 10 de Abril de 2018 às 09:39

  | Agência de notícias da Empresa Brasileira de Comunicação.


O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do país, foi de 0,09% em março. A taxa é menor que as observadas em fevereiro (0,32%) e em março de 2017 (0,25%). Esse é o menor percentual para meses de março desde a implantação do Plano Real, em 1994.

O IPCA acumula inflação de 0,70% no ano e de 2,68% em 12 meses. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (10/04) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os principais responsáveis pelo recuo da taxa de fevereiro para março foram os transportes, com deflação (queda de preços) de 0,25%, e a comunicação (deflação de 0,33%).

Os gastos com saúde e cuidados pessoais evitaram uma queda maior do IPCA, já que esse o grupo de despesas registrou inflação de 0,48% no mês.

Outros grupos com inflação foram habitação (0,19%), vestuário (0,33%), alimentação e bebidas (0,07%), educação (0,28%), despesas pessoais (0,05%) e artigos de residência (0,08%). 

O item individual que mais contribuiu para a inflação em março, no entanto, foi o das frutas, que tiveram alta de preços de 5,32%. Os preços dos alimentos como um todo subiram 0,07% no último mês.

Com queda de preços de 15,42%, as passagens aéreas foram o item que teve maior impacto no recuo da taxa de inflação de 0,32%, em fevereiro, para 0,09%, em março deste ano.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a queda de preços para março era esperada, já que os meses anteriores (janeiro e fevereiro) são de férias escolares e março é mês de volta às aulas, quando a demanda por passagens se reduz.

Com a queda das passagens e o recuo de 0,19% do preço da gasolina, o grupo transportes teve deflação (queda de preços) de 0,25%. Outro grupo de despesa com deflação foi comunicação, com recuo de 0,33%.

INPC

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede a variação de preços da cesta de compras de famílias com renda até cinco salários mínimos, registrou inflação de 0,07% em março. A taxa ficou abaixo do 0,18% do INPC de fevereiro e do 0,09% da inflação oficial (medida pelo IPCA) em março.

O INPC acumulado no ano ficou em 0,48%. Tanto a inflação acumulada no ano quanto a inflação de março foram as menores desde a implantação do Plano Real, em 1994. Em 12 meses, o INPC acumula inflação de 1,56%, abaixo dos 2,68% da inflação oficial.

Os produtos alimentícios tiveram deflação (queda de preços) de 0,17% em março, menos acentuada do que a deflação de fevereiro, que havia sido de 0,36%. O grupamento dos não alimentícios ficou com inflação de 0,17%, abaixo do 0,41% de fevereiro.

IMAGEM: Thinkstock