Varejo da cidade de SP registra alta de 14,1% nas vendas na 1º quinzena de maio

Segundo a Associação Comercial de São Paulo (ACSP), Dia das Mães estimulou as comercializações no período

Redação DC
24/Mai/2022
  • btn-whatsapp

O Dia das Mães parece ter ajudado a impulsionar as vendas de maio do comércio paulistano, segundo o Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Na primeira quinzena do mês houve um crescimento de 14,1% nas comercializações na comparação com igual período de abril.

“Precisamos aguardar o fechamento do mês para termos uma ideia melhor sobre o resultado de maio, mas já dá para dizer que o Dia das Mães ajudou bastante a impulsionar as vendas”, diz Marcel Solimeo, economista da ACSP.

Na comparação com a primeira quinzena de maio de 2021, a alta foi de 89,5%. É preciso salientar que essa base equivalente ainda é fraca para análise da real recuperação da economia do varejo. No ano passado, em maio, o Plano de Flexibilização Econômica do Estado de São Paulo ainda limitava a ocupação e os horários de funcionamento dos estabelecimentos comerciais.

Atualmente, com o aumento da mobilidade urbana, o varejo tende a se recuperar. “As injeções de recursos oriundos do saque do FGTS, da antecipação do 13º salário de aposentados e pensionistas, do Auxílio Brasil, além da ampliação do crédito consignado, também estão ajudando a movimentar o comércio”, afirma Solimeo.

 

IMAGEM: Luludi/DC

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Abr
Mai
Jun
IGP-M
1,1466
1,1072
1,1070
IGP-DI
1,1353
1,1056
--
IPCA
1,1213
1,1173
--
IPC-Fipe
1,1226
1,1227
--

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Mar
Abr
Mai
Demanda por crédito
0,6%
-4,3%
-2,1%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
-1%
1,1%
1,5%
Inadimplência do consumidor
5,1%
5,0%
7,5%
Recuperação de crédito
6,4%
1,8%
-5,6%
mais índices

Vídeos

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

2º Encontro "Liberdade para Empreender”

SOS Empreendedores - Crédito e negociação de dívidas

Colunistas