Proposta de R$ 9,2 milhões mensais vence pregão do Smart Sampa

A empresa vencedora da disputa, que não teve o nome divulgado, ainda precisa ser avaliada pelo poder municipal

Redação DC
30/Mai/2023
  • btn-whatsapp
Proposta de R$ 9,2 milhões mensais vence pregão do Smart Sampa

A prefeitura de São Paulo selecionou na segunda-feira (29) um lance de R$ 9,2 milhões mensais que devem ser pagos mensalmente para a empresa que implantará o Smart Sampa na capital. O nome da empresa que fez o lance não foi informado. O valor proposto ficou abaixo das expectativas do poder municipal, que era de R$ 13 milhões mensais.   

O contrato prevê a instalação de 20 mil câmeras de monitoramento facial na cidade, e tem vigência de 60 meses. Antes da assinatura do contrato, a prefeitura vai avaliar se a empresa tem condições de administrar o sistema.

O pregão estava marcado para dezembro de 2022, mas decisões judiciais barraram seguidamente sua realização. Na movimentação mais recente, o Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu liminar que impedia o pregão atendendo a ação movida pela vereadora Silvia Ferraro, do PSOL. O principal argumento era a necessidade de garantia da proteção dos dados pessoais do cidadão.

A liminar foi derrubada na última terça-feira (23) pela Prefeitura.

Caso a empresa que fez a propostas vencedora não seja aprovada pela Prefeitura, será desclassificada e a segunda melhor proposta será chamada para avaliação.

Segundo o poder municipal, as 20 mil câmeras serão instaladas no entorno de escolas municipais, unidades básicas de saúde, parques e áreas de grande circulação em que há altos índices de roubo, furto e outros crimes.

A central do Smart Sampa ficará deve ficar no Palácio dos Correios.

 

IMAGEM: Freepik

Store in Store

Carga Pesada

Vídeos

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

Novos tempos, velhas crises

Confira como foi o 4° Liberdade para Empreender

Colunistas