O ex-boia-fria fez da cachaça um negócio milionário

Delfino Golfeto transformou um boteco especializado, aberto na garagem de sua casa, em uma lucrativa rede de franquias

Mariana Missiaggia
29/Dez/2016
  • btn-whatsapp
O ex-boia-fria fez da cachaça um negócio milionário

Tem gente que bebe para esquecer. Outros bebem para comemorar. O empresário Delfino Golfeto (na foto de abertura), 65 anos, fundador da Cachaçaria Água Doce, bebe para degustar.

Há 30 anos, o ex-boia-fria natural de Tupã, distante 500 quilômetros de São Paulo, se dedica a conhecer pequenos produtores, novas técnicas e diferentes sabores de cachaças.

Sempre em busca dos melhores rótulos para estrelar o cardápio de seu negócio, que nasceu justamente, por causa da bebida.

Filho de um funcionário público cujo orçamento era bastante apertado, Golfeto tinha outros quatro irmãos e a desculpa perfeita para não esperar muito da vida. Mesmo assim, preferia não reclamar.

Acostumado a trabalhar na roça desde a infância, foi cortador de cana-de-açúcar dos oito aos 17 anos. Foi trabalhando na rotina pesada de um canavial, que ele viu sua paixão pela cadeia canavieira despertar.

SILVIA E DELFINO GOLFETO, NA PRIMEIRA UNIDADE DA CACHAÇARIA

Com o objetivo de se tornar técnico em açúcar e álcool, Golfeto se dividiu entre dois empregos para ajudar os pais, e também sustentar os estudos na faculdade, numa cidade perto de Tupã.

Além de ter uma profissão, acalentava o desejo de frequentar bons restaurantes. A realização não demorou a acontecer. A conquista do diploma lhe rendeu um emprego como gerente de usina -função que ele exerceu por 18 anos.

Com os primeiros salários, conseguiu chegar onde queria - à mesa de um restaurante estrelado de Araçatuba, a 100 quilômetros de Tupã, onde deixou o equivalente a R$ 2 mil pelo jantar. "Um sonho não tem preço", diz.

Ao perceber a qualidade do serviço oferecido, Golfeto concluiu que, no futuro, poderia tentar o mesmo utilizando todo o conhecimento que guardava sobre a cachaça.

Os anos se passaram e Golfeto ficava cada vez mais envolvido com a ideia de abrir uma espécie de boteco familiar para harmonizar o destilado com deliciosos petiscos que sua mulher, Silvia, preparava.

Nascia então, mais um sonho. O primeiro passo foi aproveitar as dicas e contatos que acumulou ao longo de quase duas décadas em usinas para abrir uma pequena fábrica de aguardente. 

UMA DAS UNIDADES DA REDE, EM RIBEIRÃO PRETO

Com produção própria, o apoio da esposa e tino para escolher boas bebidas, Golfeto abriu o próprio bar com 13 mesas, em 1990, na garagem de casa, em Tupã, com o nome de Água Doce Aguardenteria.

À medida que o bar ia ganhando fama na cidade –chegou a ter 70 mesas-, novas ideias surgiam. Muita gente queria replicar o modelo ou a ajuda de Golfeto para abrir um negócio semelhante. “Até que um amigo me alertou. Ele disse que eu tinha um negócio franqueável”.

Durante três anos, o empresário estudou o conceito de franquias, e em 1993, inaugurou a primeira unidade franqueada, a Cachaçaria Água Doce, que existe até hoje, em Ourinhos, a 380 quilômetros de São Paulo.

Embora seja o motivo real para tudo ter acontecido e tenha muito destaque nas lojas, com doses que variam de R$ 2 a R$ 55, Golfeto diz que as cachaças correspondem a apenas 4% do faturamento. O carro-chefe são porções e outras bebidas, como cervejas. 

Hoje, a rede possui 96 unidades além de outra em fase de implantação. O investimento inicial parte de R$ 500 mil, aí incluídos custos de instalação, taxa de franquia e capital de giro. O faturamento médio mensal de uma unidade é de R$ 95 mil, com lucratividade de 15%, ou seja, R$ 14,2 mil. 

FOTO: Evelson de Freitas/ Estadão Conteúdo

 

 

 

 

 

 

Indicadores de Crédito da Boa Vista

Índice
Mar
Abr
Mai
Demanda por crédito
0,6%
-4,3%
--
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
-1%
1,1%
--
Inadimplência do consumidor
5,1%
5,0%
7,5%
Recuperação de crédito
6,4%
1,8%
-5,6%
mais índices

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mar
Abr
Mai
IGP-M
1,1477
1,1466
1,1072
IGP-DI
1,1557
1,1353
1,1056
IPCA
1,1130
1,1213
1,1173
IPC-Fipe
1,1096
1,1226
1,1227

Vídeos

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

2º Encontro "Liberdade para Empreender”

SOS Empreendedores - Crédito e negociação de dívidas

Colunistas