Inflação do IGP-DI avança 0,06% em fevereiro

Com o resultado, o índice acumulou uma elevação de 5,26% em 12 meses. A taxa acumulada em 2017 é de 0,50%

Estadão Conteúdo
07/Mar/2017
  • btn-whatsapp
Inflação do IGP-DI avança 0,06% em fevereiro

O Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) avançou 0,06% em fevereiro, após subir 0,43% em janeiro, divulgou na manhã desta terça-feira, 7, a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O resultado do indicador ficou dentro do intervalo das projeções do mercado financeiro, que estimavam desde queda de 0,05% a uma alta de 0,15%, com mediana de 0,05%, de acordo com 34 instituições ouvidas pelo Projeções Broadcast.

Com o resultado, o IGP-DI acumulou uma elevação de 5,26% em 12 meses. A taxa acumulada em 2017 até fevereiro é de 0,50%.

A FGV informou ainda os resultados dos três indicadores que compõem o IGP-DI. O IPA-DI, que representa o atacado, recuou 0,12% no mês passado, após avançar 0,34% em janeiro.

Por sua vez, o IPC-DI, que apura a evolução de preços no varejo, variou 0,31% em fevereiro, em comparação com alta de 0,69% no mês anterior.

Já o INCC-DI, que mensura o impacto de preços na construção, apresentou alta de 0,65%, acima dos 0,41% de janeiro, na mesma base de comparação.

O período de coleta de preços para o índice de fevereiro foi do dia 1º ao dia 28.

IPAs

Os preços dos produtos agropecuários atacadistas medidos pelo IPA Agrícola caíram 0,67% no mês passado, após recuo de 2,05% em janeiro, informou a FGV.

A instituição informou ainda que os preços dos produtos industriais no atacado mensurados pelo IPA Industrial registraram alta de 0,08%, em comparação com o avanço de 1,25% na mesma base de comparação.

Dentro do Índice de Preços por Atacado segundo Estágios de Processamento (IPA-EP), que permite visualizar a transmissão de preços ao longo da cadeia produtiva, os preços dos bens finais tiveram queda de 0,10% em fevereiro, após retração de 0,61% no mês anterior.

A queda menor foi resultado do movimento dos alimentos in natura, cuja taxa passou de -7,35% para 2,16%.

Já os preços dos bens intermediários subiram 0,21% no mês passado, em comparação ao avanço de 1,47% em janeiro.

A desaceleração dos preços de combustíveis e lubrificantes (de 6,76% em janeiro para -2,38% em fevereiro) foi responsável por este resultado. Já os preços das matérias-primas brutas registraram recuo de 0,51%, ante elevação de 0,24% na mesma base de comparação.

FOTO: Thinkstock

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
--
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas