Indicador de vendas da Mastercard tem alta de 3,3% em agosto

Os setores de supermercados, artigos farmacêuticos, materiais de construção, móveis e eletrodomésticos cresceram acima das vendas totais

Estadão Conteúdo
02/Out/2017
  • btn-whatsapp
Indicador de vendas da Mastercard tem alta de 3,3% em agosto

As vendas totais no varejo brasileiro (excluídas as vendas de automóveis e materiais de construção) cresceram 3,3% em agosto na comparação com igual mês de 2016, o quarto avanço consecutivo, de acordo o indicador SpendingPulse, da Mastercard.

Na média, houve expansão de 3% nos últimos três meses ante o mesmo período do ano passado, expansão maior do que a observada no segundo trimestre, de 1,1%.

O economista-chefe da Mastercard Advisors no Brasil, César Fukushima, diz que a perspectiva é a de se manter uma melhora gradual no comércio varejista nos próximos meses, citando a tendência de queda do desemprego, gerando sutil melhora no crescimento da massa salarial, e o aumento na concessão de crédito.

"Por mais que a confiança do consumidor tenha finalmente melhorado após quatro quedas consecutivas, há uma pequena incerteza no cenário conjuntural. No entanto, é importante pontuar que o consumidor melhora de forma gradativa sua percepção do ambiente econômico."

Os setores de supermercados e artigos farmacêuticos tiveram desempenho superior ao indicador total de agosto, assim como materiais de construção e móveis e eletrodomésticos, que, ressalta a Mastercard, são categorias dependentes de crédito. Por outro lado, os setores de artigos de uso pessoal e doméstico, vestuários e combustíveis tiveram desempenho abaixo da média de 3,3%.

O setor de e-commerce subiu 19,2% no mês, mantendo, segundo a instituição, o crescimento robusto e perene.

Na semana do Dia dos Pais, quarta data comemorativa mais importante para o varejo, houve aumento de 2,6% perante o mesmo período de 2016.

Por regiões, o principal destaque foi o sul do país, que avançou 4,5%, enquanto, no sudeste, o crescimento foi de 3,5% e, no Norte, houve alta de 3,3%. As regiões nordeste e centro-oeste tiveram crescimentos menores, de 2,6% e 0,5%, respectivamente.

FOTO: Thinkstock

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas