Em 2019, mais de 80% do emprego veio das PMEs

Autônomos como motoristas e faxineiras que trabalham por aplicativo "já são parte da nova economia", disse Carlos Costa, secretário de competitividade do Ministério da Economia

Estadão Conteúdo
18/Out/2019
  • btn-whatsapp
Em 2019, mais de 80% do emprego veio das PMEs

O secretário especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, disse nesta sexta-feira (18/10), que mais de 80% do número de empregos gerados até agora em 2019 veio de pequenas empresas, tanto nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), quanto no levantamento da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua.

LEIA MAIS: A hora e a vez dos MEIs

"Pequenas empresas vão ser o grande vetor de crescimento nos próximos anos", disse o secretário, durante evento de divulgação do Ranking de Competitividade dos Estados, elaborado pelo Centro de Liderança Pública (CLP), na B3, em São Paulo.

Para ele, o Brasil vive uma "revolução silenciosa" com esses empreendimentos. "Nós tivemos muito sucesso nos últimos anos em aumentar o número de pequenas empresas no Brasil. No entanto, a produtividade é muito baixa", disse Costa, emendando que uma das prioridades da Secretaria Especial é tornar as pequenas empresas mais produtivas e competitivas.

LEIA MAIS: Ao contratar, PMEs preferem competências comportamentais

Costa afirmou, ainda, que "alguns trabalhadores por conta própria são parte da nova economia", citando motoristas de Uber e faxineiras que trabalham por aplicativo. "É uma nova relação de trabalho, e é um emprego da melhor qualidade, porque é a pessoa sendo empresária de si mesma", completou.

FOTO: Thinkstock

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
--
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas