Custo de vida na Grande SP sobe mais de 10% em 12 meses

Segundo levantamento da FecomercioSP, as maiores altas de preços no período foram observadas em transportes, habitação e alimentação e bebidas

Estadão Conteúdo
06/Dez/2021
  • btn-whatsapp
Custo de vida na Grande SP sobe mais de 10% em 12 meses

O Custo de Vida por Classe Social (CVCS) na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) acumulou alta de 10,60% nos 12 meses até outubro, maior do que o avanço de 10,27% ocorrido até setembro. O patamar é o mais elevado desde fevereiro de 2016.

As informações foram apuradas pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). O aumento foi pressionado pelos grupos transportes, habitação e alimentação e bebidas.

A alta acumulada em 12 meses de transportes avançou de 2,38% no início do ano para 20,76% em outubro - a maior para o período de um ano, segundo a série histórica do CVCS.

No mesmo intervalo, a alta acumulada de habitação variou de 3,36% para 14,09% e alimentação, de 10,92% para 9,37%.

De acordo com o levantamento, a elevação nos preços foi percebida de maneira diferente entre as classes sociais. "As famílias que ganham menos sofrem mais com a inflação", diz a FecomercioSP em nota. Enquanto o custo de vida cresceu 9,13% em 12 meses para a Classe A, o aumento foi de 12,82% na E.

CEIA DE NATAL

A inflação deve ser sentida pelos consumidores na ceia de Natal, segundo o relatório. A estimativa é de gasto 9,9% maior em relação a 2020, com alimentos e bebidas tradicionais da festividade.

O item com maior elevação em 12 meses até outubro foi o frango inteiro, com alta de 26,8%, junto com o tomate, 22,7%.

Por outro lado, o arroz e a cebola apresentaram recuos de 7,35% e 11,09% na comparação.

O CVCS é formado pelo Índice de Preços de Serviços (IPS) e pelo Índice de Preços do Varejo (IPV), usa dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) do IBGE e contempla as cinco faixas de renda familiar (A, B, C, D e E) para avaliar os efeitos da alta de preços na RMSP em 247 itens de consumo.

LEIA MAIS: Com tudo caro, até o peru deve ser escasso neste Natal

 

IMAGEM: Paulo Pampolin/DC

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
--
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas