Conheça empresas do nosso dia a dia que têm relação com a Ucrânia

Kiev supera Helsinque, Munique e Dublin em potencial de inovação na Europa e tem uma das poucas startups avaliadas em mais de US$ 10 bilhões, ou seja, um decacórnio

Mariana Missiaggia
21/Mar/2022
  • btn-whatsapp
Conheça empresas do nosso dia a dia que têm relação com a Ucrânia

Considerada um verdadeiro celeiro tecnológico, estima-se que a Ucrânia tenha cerca de 200 mil engenheiros e desenvolvedores trabalhando com inovação - a maioria deles em empresas norte-americanas e em países europeus.

Nos últimos anos, o ecossistema ucraniano de startups atraiu investimentos do mundo todo e recebeu escritórios de gigantes, como Amazon, Apple e Glovo. Além disso, algumas das suas startups unicórnios, como a GitLab, plataforma de gerenciamento para desenvolvedores, estrearam na Nasdaq.

O país acumula em sua lista de sucessos um decacórnio, ou seja, uma empresa avaliada em mais de US$ 10 bilhões. Em novembro do ano passado, a Grammarly, que desenvolveu um software homônimo, levantou US$ 200 milhões em investimentos e foi estimada, à época, em mais de US$ 13 bilhões.

O negócio foi fundado em 2009 por Maksym Lytvyn, Oleksiy Shevchenko e Dmytro Lider, e possui mais de 600 colaboradores em Kiev, Nova York e São Francisco.

Cheia de méritos em relação a seu ecossistema de startups, o país viu sua base de profissionais de tech saltar de 244 mil em 2020 para 285 mil profissionais no ano passado. Também em 2021, segundo o StartupBlink Ecosystem, a cidade de Kiev subiu para a 34ª posição em um ranking de mil localidades de alto potencial em inovação, superando, Dublin (Irlanda), Munique (Alemanha) e Helsinque (Finlândia).

O setor de tecnologia é o terceiro mais relevante para a economia do país e teve crescimento de 36% em 2021, saltando de US$ 5 bilhões para US$ 6,8 bilhões em exportações. Por essa razão, especialistas comentam a relevância global de empresas ucranianas de tecnologia em parte do nosso cotidiano.

Entretanto, muito desse potencial está ameaçado. Em entrevista ao site local Sitfed, Dominique Piotet, da Unit.City, hub de inovação que atua em Kiev, com cerca de 130 startups, afirma que a instabilidade e a guerra já causam perdas de dinheiro na região e colocam em xeque tudo que foi desenvolvido até agora.

Em seu relato, Piotet diz que muitas startups estão com planos de contingência e realocando seus profissionais em outros países.

Por essa razão, Mike Sapiton, editor de tecnologia da Forbes Ucrânia, publicou uma sequência de posts em seu Twitter reforçando que a atual situação de seu país afeta o mundo inteiro. O jornalista listou uma série de produtos, empresas e fundadores que têm suas origens ligadas à Ucrânia.

Veja, a seguir, alguns negócios de tecnologias que tiveram a influência de profissionais ucranianos, foram criados no país, ou têm fundadores locais:

- WHATSAPP

O aplicativo de mensagens teve como cofundador o empresário e engenheiro de computação ucraniano-americano Jan Koum, em 2009. O empreendedor nasceu em Kiev e cresceu em Fastiv, uma das cidades ocupadas pela Rússia. Ele é ex-CEO do WhatsApp, que foi comparado pela Meta (ex-Facebook) em 2014.

- PREPLY

A Plataforma de aulas particulares Preply ajuda as pessoas a encontrar professores nativos on-line em formato de aulas particulares a preços acessíveis e pagamentos flexíveis.

O negócio foi fundado em 2012 pelo empresário ucraniano Kirill Bigai, Dmytro Voloshyn e Serge Lukyanov. No último ano, a Preply já tinha mais de 140 mil professores cadastrados em 203 países.

- REVOLUT

Gigante entre os bancos digitais, o Revolut foi fundado em 2015 pelo ucraniano Vlad Yatsenko e o russo Nikolay Storonsky. Com sede em Londres, no Reino Unido, o banco trabalha em sua expansão global. A empresa levantou uma rodada de investimentos de US$ 800 milhões, tornando Yatsenko o primeiro bilionário da cena tech do país.

- GRAMMARLY

Celebrada como o primeiro decacórnio do país, a Grammarly é uma das startups mais famosas fundadas por ucranianos. O aplicativo é um verificador ortográfico e de gramática on-line, e também uma plataforma de detecção de plágio.

O software foi lançado em 2009 e possui recursos de revisão que conferem mais de 250 regras gramaticais. Fundada por Alex Shevchenko, Max Lytvyn e Dmytro Lider, a empresa tem escritórios em Kiev e São Francisco. No final de 2021, a empresa anunciou uma rodada de US$ 200 milhões, levando seu valuation a cerca de US$ 13 bilhões.

- PAYPAL

Hoje, multinacional de pagamentos, a Paypal foi co-fundada em 1998 pelo engenheiro de software e empresário ucraniano-americano Max Levchin.

Levchin também nasceu em Kiev, em 1975, e depois, em 1991, se mudou para os Estados Unidos, onde em 1998, logo após se formar na faculdade, co-fundou (com Peter Thiel) a empresa que acabou se tornando o PayPal.

- SNAPCHAT

Um aplicativo de mensagens multimídia que viralizou no mundo por permitir recursos de gravação de vídeos e selfies animadas com realidade aumentada. Fundado pelo ucraniano Yurii Monastyrshin e pelo russo Victor Shaburov, a empresa foi comprada pela Snap em 2015 por US$ 150 milhões.

 

 

 

 

 

 

 

Indicadores de Crédito da Boa Vista

Índice
Mar
Abr
Mai
Demanda por crédito
0,6%
-4,3%
--
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
-1%
1,1%
--
Inadimplência do consumidor
5,1%
5,0%
7,5%
Recuperação de crédito
6,4%
1,8%
-5,6%
mais índices

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mar
Abr
Mai
IGP-M
1,1477
1,1466
1,1072
IGP-DI
1,1557
1,1353
1,1056
IPCA
1,1130
1,1213
1,1173
IPC-Fipe
1,1096
1,1226
1,1227

Vídeos

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

2º Encontro "Liberdade para Empreender”

SOS Empreendedores - Crédito e negociação de dívidas

Colunistas