Cade aprova compra da Oi por Claro, Vivo e TIM

Como a aquisição foi aprovada com restrições, as operadoras terão de adotar algumas medidas como o aluguel de uma faixa de 900 MHz, usada em locais menos populosos

Estadão Conteúdo
09/Fev/2022
  • btn-whatsapp
Cade aprova compra da Oi por Claro, Vivo e TIM

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, com restrições, a compra da Oi Móvel pela Claro, Vivo e Tim. O aval foi condicionado ao cumprimento de um pacote de medidas negociado com as operadoras, como o aluguel de uma parcela do espectro adquirido no negócio.

O julgamento foi marcado pela divisão do conselho e terminou com 3 votos a favor e 3 contra. Foi decidido, então, pelo voto de Minerva do presidente, Alexandre Cordeiro, que desempatou o placar.

Os conselheiros favoráveis entenderam que o pacote de remédios negociado com as empresas é suficiente para manter a concorrência entre as empresas. Os termos do acordo são sigilosos, mas, segundo o jornal O Estado de S. Paulo apurou, incluem o aluguel de 10% a 15% do espectro adquirido da Oi, entre outras ações.

As empresas também venderão antenas e equipamentos e se comprometeram a alugar uma faixa de 900 MHz, usada em locais de menor densidade populacional, como áreas rurais.

 

IMAGEM: Thinkstock

Store in Store

Carga Pesada

Vídeos

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

Novos tempos, velhas crises

Confira como foi o 4° Liberdade para Empreender

Colunistas