Bolsonaro tem recorde de Medidas Provisórias e decretos editados

Levantamento do IBPT mostra que, entre outubro de 2020 e setembro de 2021, foram editadas 66 Medidas Provisórias

Redação DC
07/Out/2021
  • btn-whatsapp
Bolsonaro tem recorde de Medidas Provisórias e decretos editados

A gestão Bolsonaro desponta como a que mais edita Medidas Provisórias e lança mão de decretos para governar. Um levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) mostra que no período de um ano, entre outubro de 2020 e setembro de 2021, foram editadas 66 Medidas Provisórias, o maior volume comparado a governos anteriores, em igual período.

Bolsonaro detém também o recorde de decretos. Em 2019, segundo o estudo do IBPT, foram editados 604 na esfera Federal. Vale lembrar que decretos não passam pelo crivo do Congresso, embora possam ser contestados posteriormente.

Como exemplo, o presidente editou recentemente decretos que facilitaram o acesso a armas de fogo e munições, mas uma série de ações pedindo a revogação dessas medidas foram impetradas no Supremo Tribunal Federal (STF), que analisa os casos.

Apesar dos recordes, o abuso de Medidas Provisórias, decretos e outras normas não é exclusividade da gestão Bolsonaro, nem da esfera Federal.

O levantamento do IBPT mostra que, desse outubro de 1988, quando a Constituição foi promulgada, foram editadas mais de 6,7 milhões de normas para regrar a vida do cidadão no âmbito Federal, estadual e municipal. Em média, foram criadas 563 normas por dia.

Evidentemente, muitas dessas normas foram revogadas ao longo dos anos. No campo tributário, por exemplo, das 443.236 normas editadas desde a promulgação da Constituição, 30.837 estavam em vigor em 30 de setembro de 2021.

 

IMAGEM: José Cruz/Agência Brasil

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas