Bem-vindo ao Campo Belo, onde o comércio agora refloresce

Liberado pela nova Lei de Zoneamento, o bairro paulistano da Zona Sul começa a ganhar novos pontos comerciais e de serviços

Mariana Missiaggia
29/Mai/2017
  • btn-whatsapp
Bem-vindo ao Campo Belo, onde o comércio agora refloresce

A liberação de maior diversidade de estabelecimentos comerciais e de serviços em vias próximas de bairros residenciais é apontada pelos varejistas como uma das principais conquistas da nova Lei de Zoneamento.

Com acesso fácil a outras regiões da cidade pelas avenidas dos Bandeirantes, Washington Luís e Jornalista Roberto Marinho e distante 13 quilômetros do Centro de São Paulo, o Campo Belo era um dos bairros classificados, até então, como zona exclusivamente residencial (ZER).

Apesar disso, especialistas afirmavam que é o tipo de região com  vocação para uso misto. Mas por conta da legislação, grande número de comerciantes foram compelidos a fechar as portas ou prosseguiram operando de forma irregular.

Por anos, os moradores do Campo Belo reivindicavam a alteração da nomenclatura (ZER) para os corredores de comércio já estabelecidos no bairro, por meio do Movimento Zer Legal e da Associação Pró Campo Belo.

"Além de preservar os negócios já existentes, queríamos cessar a informalidade que começava a crescer por conta da proibição", afirma Christian de Moraes Suppo Bojlesen, membros dessas associações.

Com a revisão e aprovação de um novo zoneamento, em 2016, o bairro foi “descongelado” - termo utilizado por urbanistas para definir áreas que deixaram de ter uma única demarcação.

Agora considerado uma Zona Mista, a maior parte das ruas do Campo Belo podem contar com atividades de comércio e serviços, além de poder ter novos edifícios com até oito andares.

IMÓVEIS EM REFORMA PARA ABERTURA DA GLÜCK E FIVE FESTAS

Desde que a nova legislação entrou em vigor, há quase um ano, despontaram no bairro novos pontos comerciais.

Aberto em dezembro, o restaurante Glück Tartelette Gourmet, de Gilberto e Ana Luísa Kugelmann, já é um dos estabelecimentos mais procurados da região. O cardápio oferece receitas alemãs do casal, em um bairro que é considerado um dos redutos da colônia germânica na cidade.

O endereço escolhido foi a rua Conde de Porto Alegre. Desocupado há alguns anos, o imóvel alugado ganhou nova pintura e uma vitrine repleta de doces típicos coloridos.

CLÍNICA DE ESTÉTICA E LOJA DE FESTAS, NA RUA CONDE DE PORTO ALEGRE

Na mesma rua, surgiu também uma nova clínica de estética. Vizinha da Glück, a Fives Stars Festas - loja de artigos para festas - abriu as portas há dois meses.

A 700 metros dali, os sócios Anton Montanaro e Danilo Ávila também inauguraram o restaurante Parm, em agosto do ano passado.

Para Érico Pasquini, consultor imobiliário na região, a presença de pequenos comércios e serviços explica porque muita gente quer morar no bairro.

"Tudo pode ser feito tranquilamente a pé", diz. "Os imóveis são vendidos sem dificuldade porque tudo o que você precisa está a 200 metros de casa."

ANÚNCIOS DA REGIÃO DESTACAM NOVO ZONEAMENTO

Foi mirando nesse púbico que Wagner de Oliveira Guedes, 37 anos, aproveitou a permissão e o novo impulso à região para abrir a segunda unidade de seu negócio, a Barbearia Capital.

Com três funcionários, cada um deles atende dez clientes por dia -a maioria de moradores do bairro.

Ao contrário do que possa parecer, não foi tarefa fácil encontrar um lugar disponível. A barbearia, que fica na rua Brás de Arzão, tem apenas 20 metros quadrados e esses imóveis menores estão entre os mais procurados .

"Há uma grande oferta de imóveis maiores e com o novo zoneamento, muita demanda", diz.  

Mesmo com as modificações na lei, Guedes afirma que ainda há quem confunda o que pode ou não ser aberto na região. 

Para sanar dúvidas como a apontada pelo barbeiro Guedes, a Associação Comercial de São Paulo (ACSP), por meio de seu Conselho de Política Urbana (CPU), desenvolveu um serviço que descomplica o processo de instalação de uma empresa e a obtenção da licença de funcionamento –um dos documentos necessários para a formalização dos negócios.

Batizado de ACFormaliza, o serviço funciona como uma espécie de consultoria eletrônica com informações necessárias para que o empreendedor saiba, antecipadamente, se conseguirá obter a Licença de Funcionamento.

O resultado da consultoria é uma ficha contendo as informações necessárias para que o empreendedor saiba quais as condições para funcionar naquele imóvel.

A ficha indicará se a atividade é permitida no local, se o imóvel está regular, se existem restrições de horários de funcionamento, vagas de estacionamento necessárias, parâmetros de uso e ocupação do solo, entre outros quesitos.

CLIQUE AQUI PARA AMPLIAR O MAPA ABAIXO PARA CONHECER O ZONEAMENTO DE CADA VIA DA REGIÃO DE SANTO AMARO 

 

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas