Ao contratar, PMEs preferem competências comportamentais

Proatividade e pontualidade são as características mais buscadas por esses empresários no momento de selecionar empregados, de acordo com levantamento do Sebrae

Agência Sebrae
09/Out/2019
  • btn-whatsapp
Ao contratar, PMEs preferem competências comportamentais

Os donos de micro e pequenas empresas dão maior importância às competências comportamentais (56%) que às habilidades técnicas (44%) dos candidatos a vagas de emprego em seus negócios. A proatividade e pontualidade são as características mais buscadas por esses empresários no momento das entrevistas para contratação.

Estes foram alguns dos dados identificados por uma pesquisa inédita do Sebrae, que procurou conhecer o comportamento dos donos de pequenos negócios no momento de selecionar empregados e as maiores dificuldades que eles enfrentam no processo. A sondagem, que ouviu 1.859 donos de micro e pequenas empresas de todas as regiões do país, mostrou ainda que para cerca de 1/3 dos empresários, as vagas com maior dificuldade de contratação são aquelas que exigem relacionamento e atendimento ao cliente.

LEIA MAIS: Micro e pequenas são as mais propensas a investir

Segundo o levantamento, para preencher este tipo de vaga, 44% dos empresários não exigem experiência, pois realizam a capacitação no próprio local de trabalho. Já outros 32% dos entrevistados exigem experiência maior de 6 meses na atividade. Cerca de 1/3 dos donos de negócios preferem contratar funcionários com até 35 anos de idade, mas a maioria – cerca de 60% – afirma que não tem preferência por faixa etária específica.

A pesquisa apontou ainda que quase metade dos donos de pequenos negócios ouvidos procura funcionários que tenham habilidade de vender o produto ou serviço oferecido pela empresa. E para cerca de 1/3 deles, pesa na escolha o conhecimento do candidato em tecnologias atuais, que ajudem a tornar o negócio mais digital.

“A geração de emprego no país passa pela micro e pequena empresa. É fundamental conhecer as dificuldades que estes empresários encontram para direcionarmos ações de orientação e fomento à criação de novas vagas de trabalho”, analisa o presidente do Sebrae, Carlos Melles. “A pesquisa inclusive apontou que a maioria (62%) dos entrevistados desconhece os softwares de recrutamento, muitas vezes desenvolvidos por startups justamente para facilitar a seleção de colaboradores para as micro e pequenas empresas”, assinalou.

LEIA MAIS: Geração de vagas pelos pequenos é a maior em cinco anos

Quanto às perspectivas para 2020, metade dos donos de pequenos negócios se mostra otimista e pretende contratar mais funcionários. Outros 41% esperam manter o mesmo nível atual de empregados e 9% pretendem reduzir o quadro de funcionários no próximo ano. A pesquisa mostrou também que a grande maioria dos empresários (70%) ainda não realizou nenhuma contratação dentro dos novos modelos implementados com a reforma trabalhista e 17% afirmaram não ter conhecimento sobre essas mudanças.

NÚMEROS DA PESQUISA

A maioria dos entrevistados (62%) nunca ouviu falar de softwares de recrutamento e seleção voltado para MPE.
55% dos empresários acreditam que esse tipo de ferramenta não seria útil para ajudar na seleção de candidatos chamados para entrevista. 

Outros 20% dos donos de pequenos negócios realizam anúncios gratuitos em suas redes sociais para prospectar candidatos, e quase 10% dos empresários não possuem funcionários trabalhando em seu negócio.

Cerca de metade dos entrevistados tem até 5 funcionários. Porém, mais de 2/3 dos empresários não fizeram nenhuma contratação nos novos modelos da implementados com a Reforma Trabalhista.

A indicação boca-a-boca dos funcionários é a forma de prospectar candidatos preferida por mais de metade dos empresários (54,5%). 

FOTO: Thinkstock 

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas