70% dos brasileiros avaliam que economia está ruim ou péssima

O grande vilão do momento é a inflação, de acordo com pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI)

Estadão Conteúdo
10/Dez/2021
  • btn-whatsapp
70% dos brasileiros avaliam que economia está ruim ou péssima

Apesar dos esforços do governo para vender uma recuperação econômica em "V" do Brasil, para 70% dos brasileiros a economia do País está mal ou péssima. Esse é o resultado de uma pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), que mostra ainda que a maioria da população avalia que a situação piorou nos últimos seis meses.

De acordo com a pesquisa, 47% dos entrevistados consideram a situação econômica brasileira péssima e 23% consideram ruim. Para 20%, o cenário é regular e apenas 7% enxergam um panorama bom na economia nacional. Há ainda 1% de respostas ótimas e 1% que não souberam ou não responderam.

Os dados revelam que 49% dos brasileiros também acham que a crise atual é mais grave que outros momentos delicados pelos quais o Brasil passou. Para 31%, os problemas atuais são tão graves quanto os das últimas crises. Apenas 14% consideram o momento atual menos grave e 2% chegam a afirmar não ver gravidade na situação econômica do País no momento.

ÚLTIMOS SEIS MESES

Olhando apenas para os últimos seis meses, 56% afirmam que a economia piorou, sendo que 36% consideram que "piorou muito". Outros 21% acham que a situação permaneceu a mesma e 22% avaliam que a economia tem melhorado nesse período - sendo que 3% sentiram que "melhorou muito".

Já o otimismo para os próximos seis meses é apenas moderado. Somente 34% dos entrevistados apostam em uma melhora da economia - sendo que 7% acreditam que vai "melhorar muito". Outros 27% acham que não haverá mudanças e 32% seguem pessimistas - com 17% esperando uma piora grande no cenário.

INFLAÇÃO É PRINCIPAL PREOCUPAÇÃO

O grande vilão para os brasileiros é o aumento de preços. A pesquisa mostra que 73% da população perceberam a alta da inflação nos últimos seis meses e 75% tiveram sua situação financeira afetada pelo problema. Para 54% ainda, a inflação deve continuar aumentando nos próximos seis meses.

A pesquisa encomendada pela CNI foi realizada pelo Instituto FSB entre os dias 18 e 23 de novembro. Foram ouvidas 2.016 pessoas nas 27 unidades da Federação, e a margem de erro é de 2 pontos porcentuais, com intervalo de confiança de 95%.

 

IMAGEM: Pixabay

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
--
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas