3 fatores que movimentarão o varejo e o franchising em 2022

Veja tendências para os negócios alinhadas com o novo comportamento do consumidor que ajudarão a atender expectativas e antecipar demandas no atual cenário

Karina Lignelli
12/Jan/2022
  • btn-whatsapp
3 fatores que movimentarão o varejo e o franchising em 2022

Entender o comportamento do consumidor no atual cenário de pandemia e suas variantes. Esse é o principal desafio do varejo em 2022, que ainda não voltou aos patamares pré-covid e deve enfrentar instabilidades. 

Nesse cenário, Lyana Bittencourt, CEO do Grupo Bittencourt, especializado em gestão e expansão de redes de negócios e franquias, lembra que será fundamental, para a retomada, a recuperação da confiança para voltar a consumir, conquistada à medida que a economia se estabiliza, e o ambiente político se torna menos conturbado.

Enquanto isso, os negócios continuam na briga. No mercado de franquias, em especial, redes que retomaram planos expansionistas após um período de renegociações e vacância já convivem com a baixa oferta em real estate. Já a continuidade de fusões e aquisições ampliará a sinergia entre empresas, gerando parcerias estratégicas.  

Mas há alguns pontos de atenção, segundo a CEO. O consumidor estará cada vez mais consciente sobre as questões globais, tais como problemas ambientais e novas ondas da pandemia. Além de terem sentido um grande impacto no seu comportamento de consumo, as mudanças de cenário tornaram esse consumidor mais reticente em consumir.

Esta situação muda e mudou tudo, sobretudo no que se refere ao seu relacionamento com as marcas. "Nós ainda apostamos na criação de novos modelos de negócios para atender diferentes públicos e no desenvolvimento de conceitos alinhados com a expectativa do consumidor, antecipando demandas não endereçadas no varejo tradicional."

LYANA: CONSUMIDOR ESTÁ CADA VEZ MAIS CONSCIENTE DAS QUESTÕES GLOBAIS.
Foto: Gabriela Albach

Para acelerar a conversão das vendas à distância e oxigenar a base de clientes, o live commerce. Para continuar a crescer, marcas concorrentes se associam. Já o compromisso ambiental e social das empresas será uma exigência a mais desse consumidor. A seguir, conheça os fatores que devem movimentar o varejo e o franchising neste ano:  

LIVE COMMERCE 

O modelo chinês de 'comércio ao vivo', baseado em demonstrações, apresentações e shows realizados em tempo real que possibilitam a compra via apps que teve como pioneira no Brasil a Americanas, caiu no gosto do consumidor brasileiro. 

Dessa forma, as vendas on-line por lives que integram transmissão de vídeo e e-commerce da marca, com entrega de conteúdo relevante que engaja o consumidor, é um modelo que se consolidará na estratégia digital das empresas.

NOVAS PARCERIAS ESTRATÉGICAS

O ano será marcado pelo desenvolvimento de parcerias entre as empresas que possam oferecer negócios complementares e que permitam a composição de uma solução completa para o consumidor, além de impulsionarem o desenvolvimento de novos negócios mais próximos e que ofereçam experiências realmente relevantes.

"Essa construção é a forma que as empresas têm buscado para continuar a crescer e se consolidar em seus mercados", reforça a CEO do Grupo Bittencourt. 

ESG NA PRÁTICA

A inclusão e a diversidade farão parte das discussões centrais das empresas, por estarem diretamente relacionadas ao tema do ESG e seus pilares (ambiental, social e governança, na sigla em inglês): negócios comprometidos com boas práticas de gestão e governança tendem a ser mais sustentáveis e, por isso, alcançam melhores resultados.  

Para Lyana, um ponto chave em 2022 diz respeito a fomentar o compromisso social das instituições, os cuidados com o meio ambiente, e a necessidade de governança entre as empresas. "As práticas ESG vão entrar de vez nas pautas das empresas não apenas como algo a ser feito no futuro, mas como missões para o ‘agora’”, sinaliza. 

 

IMAGEM: AdobeStock

 

 

 

 

 

 

Indicadores de Crédito da Boa Vista

Índice
Mar
Abr
Mai
Demanda por crédito
0,6%
-4,3%
--
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
-1%
1,1%
--
Inadimplência do consumidor
5,1%
5,0%
7,5%
Recuperação de crédito
6,4%
1,8%
-5,6%
mais índices

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mar
Abr
Mai
IGP-M
1,1477
1,1466
1,1072
IGP-DI
1,1557
1,1353
1,1056
IPCA
1,1130
1,1213
1,1173
IPC-Fipe
1,1096
1,1226
1,1227

Vídeos

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

2º Encontro "Liberdade para Empreender”

SOS Empreendedores - Crédito e negociação de dívidas

Colunistas