3 fatores que movimentarão o varejo e o franchising em 2022

Veja tendências para os negócios alinhadas com o novo comportamento do consumidor que ajudarão a atender expectativas e antecipar demandas no atual cenário

Karina Lignelli
12/Jan/2022
  • btn-whatsapp
3 fatores que movimentarão o varejo e o franchising em 2022

Entender o comportamento do consumidor no atual cenário de pandemia e suas variantes. Esse é o principal desafio do varejo em 2022, que ainda não voltou aos patamares pré-covid e deve enfrentar instabilidades. 

Nesse cenário, Lyana Bittencourt, CEO do Grupo Bittencourt, especializado em gestão e expansão de redes de negócios e franquias, lembra que será fundamental, para a retomada, a recuperação da confiança para voltar a consumir, conquistada à medida que a economia se estabiliza, e o ambiente político se torna menos conturbado.

Enquanto isso, os negócios continuam na briga. No mercado de franquias, em especial, redes que retomaram planos expansionistas após um período de renegociações e vacância já convivem com a baixa oferta em real estate. Já a continuidade de fusões e aquisições ampliará a sinergia entre empresas, gerando parcerias estratégicas.  

Mas há alguns pontos de atenção, segundo a CEO. O consumidor estará cada vez mais consciente sobre as questões globais, tais como problemas ambientais e novas ondas da pandemia. Além de terem sentido um grande impacto no seu comportamento de consumo, as mudanças de cenário tornaram esse consumidor mais reticente em consumir.

Esta situação muda e mudou tudo, sobretudo no que se refere ao seu relacionamento com as marcas. "Nós ainda apostamos na criação de novos modelos de negócios para atender diferentes públicos e no desenvolvimento de conceitos alinhados com a expectativa do consumidor, antecipando demandas não endereçadas no varejo tradicional."

LYANA: CONSUMIDOR ESTÁ CADA VEZ MAIS CONSCIENTE DAS QUESTÕES GLOBAIS.
Foto: Gabriela Albach

Para acelerar a conversão das vendas à distância e oxigenar a base de clientes, o live commerce. Para continuar a crescer, marcas concorrentes se associam. Já o compromisso ambiental e social das empresas será uma exigência a mais desse consumidor. A seguir, conheça os fatores que devem movimentar o varejo e o franchising neste ano:  

LIVE COMMERCE 

O modelo chinês de 'comércio ao vivo', baseado em demonstrações, apresentações e shows realizados em tempo real que possibilitam a compra via apps que teve como pioneira no Brasil a Americanas, caiu no gosto do consumidor brasileiro. 

Dessa forma, as vendas on-line por lives que integram transmissão de vídeo e e-commerce da marca, com entrega de conteúdo relevante que engaja o consumidor, é um modelo que se consolidará na estratégia digital das empresas.

NOVAS PARCERIAS ESTRATÉGICAS

O ano será marcado pelo desenvolvimento de parcerias entre as empresas que possam oferecer negócios complementares e que permitam a composição de uma solução completa para o consumidor, além de impulsionarem o desenvolvimento de novos negócios mais próximos e que ofereçam experiências realmente relevantes.

"Essa construção é a forma que as empresas têm buscado para continuar a crescer e se consolidar em seus mercados", reforça a CEO do Grupo Bittencourt. 

ESG NA PRÁTICA

A inclusão e a diversidade farão parte das discussões centrais das empresas, por estarem diretamente relacionadas ao tema do ESG e seus pilares (ambiental, social e governança, na sigla em inglês): negócios comprometidos com boas práticas de gestão e governança tendem a ser mais sustentáveis e, por isso, alcançam melhores resultados.  

Para Lyana, um ponto chave em 2022 diz respeito a fomentar o compromisso social das instituições, os cuidados com o meio ambiente, e a necessidade de governança entre as empresas. "As práticas ESG vão entrar de vez nas pautas das empresas não apenas como algo a ser feito no futuro, mas como missões para o ‘agora’”, sinaliza. 

 

IMAGEM: AdobeStock

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas