Negócios

Quase 100 milhões de passageiros voaram em 2017


Gol e Latam seguem na liderança das aéreas, de acordo com a Anac


  Por Estadão Conteúdo 17 de Fevereiro de 2018 às 13:00

  | Agência de notícias do Grupo Estado


A demanda por transporte aéreo doméstico (medida em passageiros-quilômetros pagos transportados, ou RPK) cresceu 5,7% em dezembro ante igual mês de 2016, informou a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Com isso, o indicador encerrou o ano passado com alta de 3,2%, após ter retraído 5,7% em 2016.

Já a oferta de assentos (assentos-quilômetros ofertados, ou ASK) aumentou 3,2% em dezembro na base de comparação anual, mantendo a tendência de crescimento pelo sexto mês consecutivo.

No acumulado de 2017, a oferta registrou expansão de 1,4%, depois de ter caído 5,9% em 2016.

A taxa de aproveitamento em voos domésticos atingiu níveis recordes tanto em dezembro quanto no resultado acumulado de 2017.

No último mês do ano, mostrou a quinta alta consecutiva (+2,4% na base anual) e alcançou 83,2%, maior nível para dezembro na série histórica, iniciada em 2000.

Em 2017, o indicador ficou em 81,5%, com variação positiva de 1,8% em relação a 2016 e também um recorde na série histórica.

A Gol e a Latam permaneceram na liderança no mercado doméstico no acumulado de 2017, com 36,2% e 32,6%, respectivamente, da demanda.

A Azul alcançou participação de 17,8% no período, enquanto a Avianca respondeu por 12,9%. "A participação das concorrentes das duas líderes de mercado avançou 6,7% na comparação com 2016, respondendo por 31,2% da demanda doméstica em 2017", afirma a Anac, em nota.

Por sua vez, o transporte doméstico de carga paga e correio alcançou 42,52 mil toneladas em dezembro, correspondendo a uma alta de 7,9% ante igual mês de 2016. No acumulado do ano, o indicador registrou crescimento de 1,8%, com um total de 426,1 mil toneladas.

LEIA MAIS: Correios e Azul criam empresa de entregas

De acordo com Anac, as empresas brasileiras transportaram, em voos domésticos e internacionais, um total de 98,98 milhões de passageiros pagos em 2017, um aumento de 2,93% em relação a 2016.

Em voos internacionais foram transportados 8,35 milhões de passageiros pagos, configurando uma alta anual de 11,7%. No mercado doméstico, os embarques cresceram 2,2% em 2017, passando para 90,62 milhões.

Internacional

A demanda internacional das aéreas brasileiras subiu 10,5% em dezembro na comparação anual, representando a 15ª alta consecutiva. Ao mesmo tempo, a oferta cresceu 11,7%, mantendo a tendência de elevação pelo 14º mês seguido. No mês, foram transportados 776 mil passageiros pagos em voos internacionais, maior nível para o período na série histórica iniciada em 2000.

No acumulado de 2017, a demanda neste mercado cresceu 12% frente a 2016, enquanto a oferta aumentou 10,6%.

Por sua vez, a taxa de aproveitamento dos assentos em voos de empresas brasileiras no mercado internacional atingiu 82,9% no mês, 1,1% abaixo do verificado em dezembro de 2016 - a quinta baixa consecutiva, após uma sequência de 14 meses de expansão.

Mas, no ano de 2017 como um todo, o indicador acumulou alta de 1,3% ante 2016, atingindo o patamar de 84,8%, maior nível anual da série histórica.

IMAGEM: Thinkstock