Negócios

Os presentes preferidos para o Dia das Mães


Pesquisa ACSP/Ipsos indica que 39% dos brasileiros vão optar por roupa, sapato, bolsa ou acessórios


  Por Redação DC 08 de Maio de 2018 às 11:52

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


Neste ano, mais brasileiros comprarão presentes de Dias das Mães. Segundo pesquisa da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) conduzida pelo instituto Ipsos, 51% dos consumidores têm intenção de presentear as mães, contra 47% na sondagem do ano passado.

Os que não deverão comprar somaram 46%, ante 49% em 2017. Já dos entrevistados 4% não sabem ou não responderam (3% na pesquisa passada). A pesquisa foi feita pelo Instituto Ipsos em todas as regiões do Brasil entre os dias 1º e 15 de abril.

“Mesmo que o frio não venha até o Dia das Mães, as áreas de vestuário e calçados serão as mais beneficiadas ? são os produtos que lideram a lista de presentes da nossa pesquisa”, diz Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

O levantamento mostra que, do universo de brasileiros que presenteará as mães, 39% vão optar por roupa, sapato, bolsa ou acessórios, um aumento em relação a 2017 (34%).  

Com 22% da preferência, o item joia/bijuteria/perfume/ cosmético está em segundo lugar no ranking de presentes; no ano passado, eram 23%.

A parcela de indecisos aumentou de 26% na pesquisa do ano passado para 29% na sondagem de 2018.

LEIA MAIS: Dia das Mães: Vendas devem atingir R$ 9,4 bilhões

“Isso reforça a ideia de que é essencial que os lojistas façam liquidações, promoções e divulguem boas ofertas, para atrair a atenção desses consumidores que ainda não sabem o que vão comprar”, aconselha Burti.

Na terceira posição das intenções de compra, as flores e os eletrodomésticos ficaram empatados com 6% cada. O detalhe é que, enquanto as flores caíram em relação ao ano passado (9%), a segunda categoria cresceu ? em 2017, 4% pretendiam adquirir eletrodoméstico.

Isso significa que a melhora da conjuntura econômica propiciou juros mais baixos e prazos mais longos, colocando os itens de maior valor de volta à cesta de compras dos brasileiros neste Dia das Mães.

Reforça essa tendência a queda dos “presentinhos”: chocolate e bombom, que era a predileção de 2% dos entrevistados em 2017, desta vez ficou em 0%. “O consumidor está propenso a gastar um pouco mais neste Dia das Mães”, diz o presidente da ACSP. 

 IMAGEM: Thinkstock