Finanças

Gastos no exterior: cartão terá cotação do dia da compra


Na avaliação do BC, medida aumenta a previsibilidade para os clientes em relação ao valor a ser pago. Regra entrará em vigor a partir de março de 2020


  Por Estadão Conteúdo 28 de Novembro de 2018 às 12:19

  | Agência de notícias do Grupo Estado


O Banco Central emitiu circular obrigando os bancos a informarem aos clientes o valor em reais de compras feitas por cartão de crédito no exterior segundo a taxa de câmbio do próprio dia da operação. 

A medida entrará em vigor em 1º de março de 2020.

"Dessa forma, o cliente ficará sabendo, já no dia seguinte, quanto vai desembolsar em reais, eliminando a necessidade de eventual ajuste na fatura subsequente", explicou a autoridade monetária, em nota.

De acordo com o BC, a medida aumentará a previsibilidade para os clientes dos valores gastos e evitando a variação cambial entre o dia do gasto e o fechamento da fatura.

"Além disso, a medida aumenta transparência e a comparabilidade na prestação do serviço, padronizando as informações sobre o histórico das taxas de conversão nas faturas e terão que ser divulgadas em formato de dados abertos, de forma que rankings de taxas possam ser estruturados e divulgados", completou o BC.

Além do valor em reais e em dólar, as faturas também terão que informar a taxa de conversão entre as moedas para cada compra.

FOTO: Thinkstock