Finanças

Brasileiro soltou mais cheques sem fundos em outubro


Houve alta de 1,7% no volume de títulos em relação a setembro, de acordo com a Boa Vista SCPC. Cálculo é realizado sobre o total de cheques movimentados


  Por Estadão Conteúdo 16 de Novembro de 2017 às 12:31

  | Agência de notícias do Grupo Estado


O brasileiro pagou mais contas com cheques sem fundos em outubro, elevando em 1,70% o volume de títulos em relação a setembro.

É o que mostra um levantamento feito pela Boa Vista SCPC, empresa de informações de crédito que administra um banco de dados que reúne informações comerciais e cadastrais de mais de 130 milhões de empresas e consumidores com abrangência nacional.

Em números absolutos, o total de cheques devolvidos pela segunda vez sem fundos somou 730,1 mil. Esse número, no entanto, ficou 39,48% inferior aos 1,2 milhão de cheques devolvidos pela segunda vez por falta de recursos na conta corrente de seus emissores em outubro de 2016.

Numa outra comparação mensal, o porcentual de cheques devolvidos sobre o total movimentados diminuiu em outubro frente ao mês de setembro, quando o nível foi de 1,75%, devido ao aumento de 8,5% para os cheques movimentados e menor crescimento dos cheques devolvidos, de 5,3%.

Desde maio de 2012 a Boa Vista SCPC passou a utilizar como base para o cálculo da proporção de cheques devolvidos o total de cheques movimentados e não mais o total de cheques compensados.

Considera-se o total de cheques movimentados a soma do total dos cheques devolvidos (2ª devolução por insuficiência de fundos) com o total dos cheques compensados em um determinado período.

FOTO: Thinkstock