WhatsApp é o principal canal digital de vendas dos pequenos negócios

Estudo do Sebrae aponta que essa ferramenta é usada por 74% dos micro e pequenos empresários que comercializam pela internet

Redação DC
13/Mar/2023
  • btn-whatsapp

Os pequenos negócios têm ampliado a presença no meio digital. Estudo do Sebrae divulgado nesta segunda-feira, 13/03, aponta que 57% das micro e pequenas empresa possuem perfil nas redes sociais, sendo que dessas, 45% vendem, ou reservam produtos, por meio desses canais.

A principal ferramenta digital para as vendas dos pequenos negócios é o WhatsApp, usado por 74% daqueles que comercializam pelo meio digital. Em seguida, com 42%, aparecem as redes sociais, depois o site próprio (17%) e marketplace, apontado por 15% dos entrevistados.  

Na participação total das vendas, o meio digital é responsável por 11% das comercializações desses negócios. “A redes sociais tornaram-se potentes canais de relacionamento e vendas que precisam fazer parte da estratégia do negócio, com uma gestão profissional, capaz de atingir resultados reais a partir de um objetivo bem definido”, diz Carlos Melles, presidente do Sebrae.

De acordo com o levantamento, a grande maioria dos pequenos negócios possui perfil no Instagram (94%), o que demonstra o crescimento considerável dessa rede social na promoção das empresas. Em 2018, na primeira edição da pesquisa, esse percentual era de 25%. O Facebook, por sua vez, ainda se encontra entre as plataformas mais utilizadas com 69%, com um crescimento de 20% nos últimos quatro anos.

Além das vendas, as redes sociais são usadas por 65% dos empreendedores para apresentar catálogos de produtos e serviços, ou para disponibilizar opção de contato aos clientes (65%), dar espaço para sugestões ou reclamações de clientes (54%) e informar preços (44%).

Já as homepages e websites perderam a importância desde a última edição do levantamento, em 2018, e estão presentes em 27% das empresas pesquisadas, perdendo nove pontos percentuais.

Apesar de ser uma das plataformas de vídeo preferida pelos brasileiros, o YouTube ainda é pouco difundido pelas micro e pequenas empresas. Apenas 14% deles possuem canal nessa plataforma. Com a mesma porcentagem, o LinkedIn também é pouco utilizado pelos empreendedores pesquisados. Com menor porcentagem entre as redes, o Twitter só atingiu 8% dos donos de pequenos negócios.

O meio digital também vem sendo cada vez mais usado pelos pequenos negócios para o contato com parceiros e fornecedores. Segundo o levantamento, 39% dos entrevistados apontaram que usam com frequência a internet para comprar insumos e mercadorias.

A pesquisa Transformação Digital nos Pequenos Negócios – Edição 2022 entrevistou 6.345 donos de pequenos negócios de todas as regiões do Brasil. Dentro desse universo estão microempreendedores individuais (MEI), além de donos de microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EP) que atuam nos setores do comércio, serviços e construção.

 

IMAGEM: Freepik

Store in Store

Carga Pesada

Vídeos

Conheça os projetos que buscam requalificar o Centro de SP

Conheça os projetos que buscam requalificar o Centro de SP

Os impactos da IA no mercado de trabalho

Confira como foi a festa dos 100 anos do DC