Tarcísio vai à Europa mostrar carteira de privatização e concessão a investidores

O governador de São Paulo pretende realizar 44 leilões durante sua gestão, com estimativa de R$ 220 bilhões em investimentos do setor privado

Estadão Conteúdo
05/Fev/2024
  • btn-whatsapp

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos-SP), vai passar a semana viajando pela Europa para mostrar a potenciais investidores a carteira de leilões de privatização e concessão previstos para os próximos anos no Estado. A viagem começa com compromissos em Madri, na Espanha, nesta segunda-feira, 5/2, onde o governador tem reuniões com executivos de construtoras e de um banco.

Na terça, 6, Tarcísio estará em Milão, na Itália, se reunindo com executivos de empresas especializadas em escavação subterrânea e de uma empresa de grandes obras no setor de mobilidade. O resto da semana será em Paris, na França, onde o governador tem a maior parte da agenda, com reuniões com executivos e diretores de pelo menos oito outros grupos empresariais, incluindo alemães.

A viagem é mais um movimento do governador para avançar a agenda de privatizações e captação de recursos privados em projetos de infraestrutura do Estado. Na última semana, o acordo entre ele e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a construção do túnel que promete ligar as cidades de Santos e Guarujá, no litoral de São Paulo, trouxe a participação do governo federal para a obra do estadual, estimada em aproximadamente R$ 6 bilhões.

Na mesma esteira, Tarcísio terminou 2023 com a aprovação da privatização da Sabesp e a aprovação de uma reforma administrativa que cortou quase cinco mil cargos comissionados, talhando a principal marca que quer deixar no seu governo, de trazer investimentos para o estado sem aumentar a arrecadação de impostos.

A venda da Emae, empresa de águas e energia controlada pelo governo do Estado, deve sair no primeiro semestre deste ano.

Para este ano, estão programados 13 leilões, sendo o primeiro o do Trem Intercidades entre São Paulo e Campinas, marcado para 29 de fevereiro. O governo pretende realizar, ao todo, 44 leilões durante sua gestão, estimados em mais de R$ 220 bilhões em investimentos do setor privado.

 

IMAGEM: Marcelo Camargo/Governo de SP

Store in Store

Carga Pesada

Vídeos

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

Novos tempos, velhas crises

Confira como foi o 4° Liberdade para Empreender

Colunistas