Selic é reduzida a 2,25% ao ano

O País possui agora o 14º juro real mais baixo do mundo, considerando as 40 economias mais relevantes

Estadão Conteúdo
17/Jun/2020
  • btn-whatsapp

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) decidiu na noite desta quarta-feira, 17/06, por unanimidade, reduzir a Selic (a taxa básica da economia) em 0,75 ponto porcentual, de 3,00% para 2,25% ao ano.

Este é o oitavo corte consecutivo da taxa no atual ciclo, após período de 16 meses de estabilidade. Com isso, a Selic está agora em um novo piso da série histórica do Copom, iniciada em junho de 1996.

Em função do corte, o Brasil também passou a registrar juro real (descontada a inflação) negativo. Cálculos do site MoneYou e da Infinity Asset Management indicam que, com a Selic a 2,25%, o juro real brasileiro passou a ser de -0,78% ao ano.

O País possui agora o 14º juro real mais baixo do mundo, considerando as 40 economias mais relevantes.

O corte desta quarta da Selic era esperado pela maioria dos economistas do mercado financeiro. Isso porque, com a pandemia do novo coronavírus, a atividade econômica despencou no Brasil, assim como a inflação. A avaliação era de que o BC seria levado a reduzir novamente a Selic para estimular a economia.

ACSP

Para o presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), Alfredo Cotait, o Banco Central agiu de maneira correta e esperada diante do momento atual, bastante impactado pela crise provocada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“Com o cenário da economia, que já era de dificuldade, se agravando muito com a pandemia, e os dados de inflação, que têm mostrado queda, já havia a expectativa de redução. Isso tudo justifica o corte que foi feito”, analisa Cotait.

Para o presidente da ACSP, se o cenário se mantiver, com a economia fraca, a inflação próxima a zero e o aumento no desemprego, é possível que o Banco Central faça novos cortes no futuro.

IMAGEM: Thinkstock

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
--
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas