Sebrae e Correios firmam parceria no Dia da Micro e Pequena Empresa

Ideia é criar soluções logísticas e de comercialização para os pequenos negócios que atuam com e-commerce

Redação DC
05/Out/2023
  • btn-whatsapp

O Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa, celebrado nesta quinta-feira (5), foi marcado pelo anúncio de parcerias estratégicas entre o Sebrae e os Correios e também com o governo federal.

A parceria com os Correios vai preparar os pequenos negócios para atuarem no mercado de e-commerce com apoio na logística de comercialização e entrega de produtos e no acesso ao mercado internacional para as MPE que desejam exportar.

O plano de trabalho estabelecido entre Sebrae e Correios busca apresentar soluções que permitam aos pequenos negócios superarem esses desafios e avançarem na ampliação da sua produtividade e competitividade.

No eixo e-commerce, o principal objetivo é fazer com que os donos de micro e pequenas empresas compreendam como seu negócio pode se consolidar nesse canal digital de vendas. Por meio de feiras, palestras, workshops e materiais com acesso digital, as instituições pretendem qualificar os empreendedores e integrá-los a esse complexo ecossistema que é o e-commerce brasileiro.

No aspecto da internacionalização, o objetivo é levar aos empreendedores a compreensão de que as barreiras para se chegar a outros países já não existem mais. Entretanto, é preciso buscar capacitação para entender como funciona a dinâmica de expandir a atuação da empresa para o mercado exterior. 

Esse eixo de ação da parceria se propõe a realizar um projeto piloto de exportação para os Estado Unidos, elaborar e-books dos serviços de exportação e promover webinares por meio de uma ação conjunta entre Sebrae, Correios e APEX.

Por fim, as Políticas Públicas de Logística terão como principal entrega um estudo de tendências e gargalos na logística nacional, dadas as dimensões quase que continentais do país. O estudo vai permitir a estruturação de dados primários disponíveis e ainda a realização de um Seminário Nacional: “Políticas Públicas para logística empresarial”.

INCLUSÃO SOCIAL

Outras medidas anunciadas em parceria com o governo federal irão promover a inclusão social por meio do empreendedorismo. 

O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS) firmou com o Sebrae um convênio voltado à inclusão socioeconômica por meio da formação, capacitação, do desenvolvimento de potenciais empreendedores e empreendedores formalizados com vistas à emancipação das pessoas inscritas no Cadastro Único para programas sociais do governo federal (CadÚnico).

Segundo o ministro da pasta, Wellington Dias, serão investidos inicialmente R$ 15,2 milhões para alcançar a meta de atender 1 milhão de empreendedores selecionados do público do CadÚnico do Bolsa Família. 

“Queremos, com isso, garantir a condição para que esse grupo aumente a sua renda, com sustentabilidade, e não precise mais do programa social. O principal objetivo é a redução da pobreza por meio do emprego, já que os pequenos negócios geram emprego de maneira muito forte”, destacou.

Já com o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos foi assinado um acordo para promover a melhoria da gestão pública a partir da aproximação com o empreendedorismo brasileiro, facilitando processos de inovação pública, compras governamentais e transformação digital das instituições.

De acordo com a ministra Esther Dweck, a parceria com o Sebrae é muito importante para que os instrumentos de gestão pública contribuam para o desenvolvimento econômico e social, valorizando sobretudo os pequenos negócios na participação de compras públicas. 

“É essencial que o poder de compra do Estado ajude não apenas as grandes empresas, mas também os pequenos negócios, que devem e merecem ser estimulados no uso da nova lei de licitações”, declarou.

 

IMAGEM: Freepik

Store in Store

Carga Pesada

Vídeos

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

Novos tempos, velhas crises

Confira como foi o 4° Liberdade para Empreender

Colunistas