"Reforma trabalhista vai desafogar Justiça do trabalho"

Ministro Ives Gandra Filho (foto) diz que dos 16 mil juízes que atuam em todo país, um quarto atuam na Justiça trabalhista e teriam analisado 3 milhões de processos no ano passado

Agência Brasil
13/Set/2017
  • btn-whatsapp
"Reforma trabalhista vai desafogar Justiça do trabalho"

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Ives Gandra Filho, afirmou nesta quarta-feira (13/09) que a reforma trabalhista deve desafogar a tramitação de processos nas diversas instâncias da Justiça do trabalho.

Durante café da manhã com jornalistas no Tribunal, o ministro informou que, dos 16 mil juízes que atuam em todo país, um quarto deles, isto é 4 mil, atuam na Justiça trabalhista e teriam analisado 3 milhões de processos no ano passado.

No TST, a média é de 250 a 300 mil ações por ano, número que representa, comparativamente, mil vezes mais que o volume registrado na Itália, por exemplo.

Os críticos à reforma, sancionada em julho pelo presidente Michel Temer, argumentam que a nova legislação precariza as condições de trabalho.

O ministro Ives Gandra, no entanto, argumentou que a reforma confere flexibilidade às negociações entre empregado e patrão.

"A reforma trabalhista, na parte processual, está sendo fantástica. A principal vocação do juiz trabalhista é conciliar. Se conseguir conciliar, promove a paz social", disse o ministro.

VISITAÇÃO

Durante o café da manhã, o ministro anunciou que a partir do próximo sábado (16/09), o TST estará aberto para visitação do público externo.

De acordo com a assessoria do órgão, cerca de 250 estudantes, principalmente do curso de Direito, visitam semanalmente o local, em geral para acompanhar sessões de julgamento.

Acompanhados de guias, os visitantes terão acesso a nove pontos, incluindo as salas das sessões, o gabinete da presidência e os jardins suspensos, localizados no 6° andar do prédio do tribunal, que tem o projeto assinado por Oscar Niemeyer.

Foram treinados para a função, por uma empresa de turismo, recepcionistas e servidores do próprio tribunal. Em dois andares do prédio, são exibidos painéis de Francisco Brennand e de Athos Bulcão.

Os passeios serão realizados aos sábados, das 15h às 16h e das 16h às 17h. O agendamento prévio será necessário somente para visitas de grandes grupos. A entrada será franca.

Futuramente, as visitas deverão ser estendidas aos domingos e feriados, e uma linha de ônibus especial com destino ao TST pode ser implantada. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (61) 3043.4469.

FOTO: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
--
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas