Preço de panetone pode ter variação de até 75%

Os produtos de marca líder podem ser até quatro vezes mais caro que os feitos por supermercados, de acordo com levantamento da Apas

Estadão Conteúdo
13/Nov/2019
  • btn-whatsapp
Preço de panetone pode ter variação de até 75%

Os preços de panetones e chocotones de marcas líderes podem ser até quatro vezes mais caros que os fabricados por supermercados, segundo levantamento da Associação Paulista de Supermercados (Apas).

Para os panetones de 500 gramas das marcas líderes, a média de preços ficou em R$ 28, podendo chegar a R$ 35. Entre as marcas secundárias, a média para o mesmo produto é de R$ 17. Já os preços dos produzidos pela panificadora dos próprios supermercados ficaram entre R$ 7 e R$ 9.

Se forem analisados os panetones de lojas especializadas em chocolates e produções artesanais, a diferença aumenta ainda mais. Segundo a Apas, a média de preços desses estabelecimentos é de R$ 41, com algumas categorias chegando a até R$ 112.

INFLAÇÃO

Além da diferença de preços entre fabricantes, a Apas também calculou que os valores dos panetones e chocotones devem ficar 13% mais caros entre outubro e dezembro deste ano. Em relação ao ano passado, a alta de preços deve ficar entre 3% e 5%.

"O principal motivo é a farinha de trigo, que é importada. Com o dólar estabilizado em R$ 4 desde agosto, o impacto será percebido nas gôndolas até as festas de fim de ano", disse o economista da Apas, Thiago Berka, em nota.

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas