Placar eletrônico ultrapassa R$ 1 trilhão em impostos

Placar eletrônico ultrapassa a marca de um trilhão de reais 19 dias antes do mesmo período do ano passado

Redação Facesp
21/Jun/2017
  • btn-whatsapp
Placar eletrônico ultrapassa R$ 1 trilhão em impostos

O superintendente da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, José Augusto Gomes, alertou a comunidade em geral pelo valor atingido pelo placar eletrônico que sinaliza a quantidade de impostos Federal, Estadual e Municipal recolhidos pelos contribuintes no Brasil, desde o começo do ano. O valor foi superado na manhã da última sexta-feira, dia 16, superando R$ 1 trilhão. “O montante equivale ao total de impostos, taxas e contribuições pagos pela população brasileira desde o dia 1º de janeiro de 2017”, disse o dirigente mariliense ao lembrar que o mesmo valor foi alcançado bem depois, dia 05 de julho do ano passado. “Essa diferença de 19 dias indica que a arrecadação tem aumentado o ritmo”, reforçou o dirigente mariliense.

Na opinião do Presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Alencar Burti, a explicação é de que a arrecadação aumenta quando há crescimento econômico e elevação de impostos, e que as taxas de inflação também exercem efeitos sobre o montante arrecadado. “Já que nossa economia não está crescendo, essa diferença de 19 dias reflete aumentos e correções feitos em impostos e isenções, além da obtenção de receitas extraordinárias como o Refis”, comentou o dirigente que está acompanhando passo a passo das medidas governamentais. “Reflete também a inflação, que, apesar de ter caído, segue em patamar elevado”, analisa Alencar Burti. “No segundo semestre, espera-se elevação arrecadatória em função da melhora da atividade econômica”, opinou.

Para o presidente da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, Libânio Victor Nunes de Oliveira, embora a arrecadação federal tenha caído em termos reais, é o número nominal que deve ser analisado. “Os impostos são forçosamente pagos pelo empresariado, e a quantidade que existe é muito grande que chega a valores elevadíssimos”, comentou. “Não se trata do fortalecimento do comércio em si, mas a quantidade de impostos que são cobrados, principalmente no primeiro semestre”, reforçou o dirigente em tom de preocupação. “O movimento melhorou, mas ainda está abaixo do esperado no comércio varejista”, reclamou. “O setor industrial é que está em elevação”, apontou.

Os números informados pelo Impostômetro representam o total de impostos, taxas e contribuições pagas pelos brasileiros desde o início do ano. No portal www.impostometro.com.br é possível visualizar os valores arrecadados em todos os estados e municípios, e também por período e categoria (produção, circulação, renda, propriedade). O painel foi implantado em 2005 pela Associação Comercial de São Paulo para conscientizar o cidadão sobre a alta carga tributária e incentivá-lo a cobrar os governos por serviços públicos de qualidade. Está localizado na sede da ACSP, na Rua Boa Vista, centro da capital paulista, próximo a praça do Colégio São Bento.

#
Eficaz Comunicação Empresarial Ltda – ME
Telefone:(14) 98137.7189 (Vivo) 
E-mails: [email protected] ou [email protected]
Site: www.eficaz.jor.br - Twitter: marciocmedeiros
Skype: marciomedeiros8020
www.facebook.com/EficazComunicacaoEmpresarial

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas