Pequenos negócios geraram 70% dos postos de trabalho em agosto

Das 372,2 mil vagas criadas naquele mês, as micro e pequenas empresas responderam por 265,1 mil, aponta o Sebrae

Redação DC
04/Out/2021
  • btn-whatsapp
Pequenos negócios geraram 70% dos postos de trabalho em agosto

Levantamento realizado pelo Sebrae, com base nos dados do Caged, aponta que das 372,2 mil novas vagas de trabalho criadas em agosto, 265,1 mil foram efetivadas por pequenos negócios, ou seja, cerca de 70% do total.

O setor de Serviços foi o responsável por cerca de 46% das vagas de empregos dos pequenos negócios, contratando 119,3 mil trabalhadores, quase o dobro das contratações feitas pelas médias e grandes empresas de setor, que abriram 60,8 mil novos postos de trabalho.

Na sequência aparecem os setores do Comércio, com 69,8 mil, Indústria da Transformação (40,6 mil), Construção (30,7 mil) e Agro (2,5 mil), sendo que apenas neste último o número de novas vagas foi inferior ao das médias e pequenas, que abriram 6,7 mil.

No ano, as micro e pequenas empresas acumulam aproximadamente 70% dos postos de trabalho gerados no país. Dos 2,2 milhões de vagas criadas nos oito primeiros meses de 2021, mais de 1,5 milhão são dos pequenos negócios, contra 507 mil das médias e grandes empresas. 

Quando comparado com o mesmo período do ano passado, os dados do Caged revelam uma recuperação da economia e da criação de empregos no Brasil.

Entre janeiro e agosto de 2020, o saldo de empregos gerados pelos pequenos negócios foi sido negativo, com o encerramento de 524,3 mil vagas, enquanto as as médias e grandes empresas fecharam 466 mil empregos. 

“Os pequenos negócios são os primeiros a sentir os efeitos de uma grande crise, mas também são os primeiros a conseguir se recuperar, inclusive pela sua estrutura mais enxuta. É por isso que é tão importante a criação e manutenção de políticas públicas que incentivem esse segmento”, diz Carlos Melles, presidente do Sebrae.

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mar
Abr
Mai
IGP-M
1,1477
1,1466
1,1072
IGP-DI
1,1557
1,1353
1,1056
IPCA
1,1130
1,1213
1,1173
IPC-Fipe
1,1096
1,1226
1,1227

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Mar
Abr
Mai
Demanda por crédito
0,6%
-4,3%
--
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
-1%
1,1%
1,5%
Inadimplência do consumidor
5,1%
5,0%
7,5%
Recuperação de crédito
6,4%
1,8%
-5,6%
mais índices

Vídeos

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

2º Encontro "Liberdade para Empreender”

SOS Empreendedores - Crédito e negociação de dívidas

Colunistas