Pequenos negócios geram 80% das vagas de emprego em julho

Em média, o segmento gerou 3,6 mil vagas por dia no mês de julho, marcando o segundo melhor resultado deste ano

Agência Sebrae
05/Set/2023
  • btn-whatsapp

A participação dos pequenos negócios na geração de empregos no Brasil alcançou, em julho, o segundo melhor resultado do ano.

Das 142,7 mil vagas criadas no mês, 113,8 mil foram abertas por micro e pequenas empresas, o que representa quase 80% do total.

Em média, o segmento gerou 3,6 mil vagas de emprego por dia em julho. O índice só é inferior ao registrado em janeiro, quando as micro e pequenas empresas foram responsáveis por 81% do montante de contratações.

Os números são de um levantamento feito pelo Sebrae, a partir de dados do Sistema do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que considera o saldo de empregos (contratação já descontadas as demissões).

De acordo com o estudo, o resultado alcançado em julho de 2023 foi proporcionalmente melhor que o registrado no mesmo mês do ano passado, quando os empreendimentos de pequeno porte responderam por 70% das vagas de trabalho.

No acumulado de 2023, o Brasil já conta com 1,2 milhão de empregos gerados, sendo 71% (825,4 mil) nas micro e pequenas empresas.

Já as médias e grandes acumularam 191,7 mil novos empregos, representando 16,4% das contratações.

Para o presidente do Sebrae, Décio Lima, o resultado confirma as boas expectativas dos empreendedores com a retomada da economia.

“A partir de indicadores cada vez mais positivos, somados ao controle da inflação e à perspectiva de continuidade na queda da taxa de juros, os donos de pequenos negócios estão retomando o otimismo”, comenta Décio.

SERVIÇOS EM ALTA

Os grandes destaques em julho foram os setores de Serviços (46,7 mil vagas), Construção (26,1 mil vagas) e Comércio (25 mil vagas).

Entre as médias e grandes empresas, com exceção do Setor de Construção, que perdeu 789 vagas, todos os demais setores apresentaram saldos de empregos positivos.

No acumulado de janeiro a julho deste ano, continuaram liderando entre as micro e pequenas empresas as atividades de construção de edifícios (58,5 mil vagas), o transporte rodoviário de carga (36,7 mil) e restaurantes e outros estabelecimentos de serviços de alimentação e bebidas (34,2 mil).

Para as médias e grandes empresas, no acumulado no mesmo período, as atividades de atendimento hospitalar (18,3 mil vagas), construção de rodovias e ferrovias (13,8 mil) e ensino fundamental (12,9 mil) seguem na liderança.  

IMAGEM: Freepik

Store in Store

Carga Pesada

Vídeos

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

Novos tempos, velhas crises

Confira como foi o 4° Liberdade para Empreender

Colunistas