Os desafios do mercado online de vinhos no Brasil

Juntas, as empresas Wine e Evino representam 95% do mercado de vinhos online. Executivos do segmento debateram sobre como as plataformas virtuais podem impulsionar o mercado nacional

Redação DC
27/Set/2019
  • btn-whatsapp
Os desafios do mercado online de vinhos no Brasil

Os dois principais players da venda de vinho online no Brasil apresentaram as tendências e as perspectivas de crescimento do mercado no pais.

Juntas, as empresas Wine.com.br e Evino.com.br representam cerca de 95% do segmento. Na última quinta-feira (26/9), durante o evento Wine South America, em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, Rogério Salume, fundador da Wine.com.br e Ari Gorenstein, presidente da Evino.com.br, apontaram o baixo consumo per capita – de pouco mais de dois litros, segundo a Organização Internacional do Vinho (OIV), como uma oportunidade para que os canais online cresçam ainda mais nos próximos anos.

O Brasil é o terceiro maior mercado de compra de vinho pelos canais online, com quase um terço das garrafas comercializadas via web, ficando atrás apenas da China e do Reino Unido. A mesa redonda Desafios, oportunidades e crescimento de mercado foi mediada pelo gerente de Promoção dos projetos Vinhos do Brasil e Wines of Brasil, Diego Bertolini.

Confira os principais temas abordados na apresentação dos executivos durante a Wine South America:

Depoimento de Salume, da Wine.com.br, empresa com onze anos, 140 mil sócios e mais de 1 milhão de clientes, considerada a precursora deste modelo de negócio no país:

“Precisamos unir forças para ampliar o mercado de vinhos no Brasil. Estamos perdendo tempo se ficarmos brigando ao invés de nos unirmos para desenvolver este segmento. Os próximos anos tendem a ser melhores para a economia brasileira e o mercado de vinhos precisa estar preparado para este momento. Mas para isso devemos romper algumas barreiras que travam este crescimento, como a percepção de preço e custo benefício.

E-commerce é igual a logística. Uma das nossas principais expertises é a logística e distribuição, além de muita tecnologia para que a informação chegue no consumidor, que as plataformas de compra funcionem de forma adequada e possibilitem uma boa experiência. 

A primeira compra é fácil de ser conquistada, e onde muitas vezes dedicamos bastante energia. O mais difícil é fidelizar os clientes, fazer com que retornem para o site e para o aplicativo. Outro desafio é expandir para outros canais, seguindo o conceito Omni Channel, com maior variedade de canais e todos conectados de alguma forma. Já temos seis lojas no Brasil e o objetivo é chegarmos a cem.

Vamos fazer o simples, mas bem feito. Trabalhar para aumentar o consumo, incentivar novas plataformas e formas de compra. Temos um mercado gigantesco no Brasil, uma população de 211 milhões de habitantes e um potencial enorme para explorar”.

Gorenstein, da Evino.com.br, empresa com seis anos, 950 mil clientes, e com cerca de 1,3 milhões de downloads no aplicativo:

“As barreiras que precisamos romper vão desde o preço dos vinhos ou da percepção do custo x benefício, a dificuldade que muitas pessoas ainda têm com as ferramentas online e a percepção de dificuldade de acesso dos vinhos do Velho Mundo. O setor está fazendo o trabalho de forma correta, desmitificando, simplificando e de certa forma tirando o vinho do pedestal para fazer com que aumente o consumo no país.

Uma das principais premissas é a forma de comunicar, não usamos jargões ou palavras muito técnicas para que o cliente médio possa entender e ser atraído para a compra. O crescimento das vendas pelo aplicativo tem sido muito rápidas. Atualmente elas já chegam a 40% das comercializações da empresa. Temos percebido uma tendência de multicanais de venda e uma revisão do sortimento, com categorias como vinhos rosés, espumantes e orgânicos ganhando cada vez mais espaço nos portfólios.

Além do aquecimento da economia, precisamos estimular a cultura, a educação para para o vinho. O consumidor precisa ser impactado a toda hora, com ajuda dos canais de venda online e dos canais tradicionais.”

Importância do e-commerce no mercado brasileiro:

- Existem mais de 8 milhões de consumidores de vinho online no Brasil, dos quais 1,7 milhão faz compras regulares pela Internet. As vendas online cresceram 40% no último ano, segundo levantamento da empresa de marketing Wine Intelligence.

- O perfil do comprador online é jovem, com maior disposição a provar novidades, renda elevada e consome vinhos mais regularmente em comparação com os demais públicos.

- As fontes de informação mais utilizadas pelo consumidor online são aplicativos de vinho, sites de e-commerce e de produtores de vinho.

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
--
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas