Menos da metade dos shoppings deu desconto aos lojistas na pandemia, revela ABF

A informação consta do primeiro mapeamento dos contratos de locação de franquias em shoppings realizado pela entidade

Redação DC
23/Mai/2022
  • btn-whatsapp

Um mapeamento nos contratos de locação de franquias instaladas em shoppings, realizado em abril pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), mostra que o custo médio de ocupação neste perfil de ponto comercial equivale a 14% do faturamento.

Foi identificado ainda que 55% das unidades não tiveram qualquer desconto concedido pelos shoppings durante o período de pandemia.

O estudo mostra que o IGP-M, indicador de inflação que acumula alta de 14,66% em 12 meses, é usado na correção de 99% dos contratos. Além disso, 75% dos shoppings pesquisados cobram luvas, 72% cobram aluguel percentual e, em média, o fundo de promoção equivale a 12% do aluguel.

Os contratos, em geral, têm prazo médio de 54 meses (32 meses no caso de quiosques).

No caso das mensalidades extras o panorama é mais diversificado, sendo que 44% dos shoppings cobram 13º aluguel, apenas 1% cobram 13º e 14º e 55% não cobram nenhum desses extras.

Em 2021, a ABF iniciou a construção de um banco de dados com foco na área imobiliária, começando pelas condições de locação em shoppings centers. O objetivo da entidade, além de ter um panorama mais acurado desta área, é entender melhor os desafios enfrentados nas negociações, permitindo o direcionamento de ações.

O Banco de Dados Imobiliário da ABF conta hoje com aproximadamente 150 marcas de franquia participantes, que possuem 350 lojas de shoppings cadastradas em todo o País.

“O Banco de Dados Imobiliário faz parte da estratégia de transformação digital da própria ABF. Por meio da inteligência de dados e de uma co-criação com nossos associados, queremos gerar cada vez mais valor e capacidade analítica para as franquias, auxiliando assim o desenvolvimento do setor. Além disso, à medida que mais marcas façam sua adesão ao projeto, teremos uma visão ainda mais ampla e profunda do panorama imobiliário do setor”, afirma André Friedheim, presidente da ABF.

 

IMAGEM: Freepik

 

 

 

 

 

 

Indicadores de Crédito da Boa Vista

Índice
Mar
Abr
Mai
Demanda por crédito
0,6%
-4,3%
--
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
-1%
1,1%
--
Inadimplência do consumidor
5,1%
5,0%
7,5%
Recuperação de crédito
6,4%
1,8%
-5,6%
mais índices

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mar
Abr
Mai
IGP-M
1,1477
1,1466
1,1072
IGP-DI
1,1557
1,1353
1,1056
IPCA
1,1130
1,1213
1,1173
IPC-Fipe
1,1096
1,1226
1,1227

Vídeos

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

2º Encontro "Liberdade para Empreender”

SOS Empreendedores - Crédito e negociação de dívidas

Colunistas