Marca de azeite brasileira é 1ª do mundo a ser 'carbono negativo'

A Lagar H foi certificada após confirmação de que o carbono retirado da atmosfera pela empresa é maior do que a emissão resultante do seu processo produtivo

Estadão Conteúdo
11/Set/2023
  • btn-whatsapp
Marca de azeite brasileira é 1ª do mundo a ser 'carbono negativo'

A fabricante brasileira de azeite 'Lagar H', de Cachoeira do Sul (RS), tornou-se a primeira empresa do mundo a comprovar que tem produção "carbono negativo".

O certificado inédito confirma que o carbono retirado da atmosfera pela empresa é maior do que a emissão de gases danosos para o planeta. O saldo considera todo o processo de produção, que vai do cultivo de azeitonas à fabricação e distribuição do azeite.

A marca de azeite brasileira começou a analisar suas emissões de gases de efeito estufa há dois anos, quando contratou a startup Akvo ESG. A iniciativa de verificar o balanço de carbono surgiu quando a empresa quis se enquadrar no Sistema B Brasil, que inclui metas de boas práticas sociais e ambientais (ESG).

Segundo o inventário da empresa, a remoção de carbono foi 1.266% superior ao volume total de suas emissões. Somadas todas as atividades da empresa, incluindo a agroindústria e os olivais, a Lagar H emitiu 55,8 toneladas de CO2 equivalente (tCO2e) e retirou da atmosfera 715,99 tCO2e.

 

IMAGEM: Lagar H/divulgação

Store in Store

Carga Pesada

Vídeos

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

Novos tempos, velhas crises

Confira como foi o 4° Liberdade para Empreender

Colunistas