Magalu fará aumento de capital de R$ 1,25 bilhão

O aporte, que terá participação do BTG Pactual, será usado para acelerar a expansão do Luizalabs, para a evolução da plataforma de marketplace, além de reduzir dívidas

Estadão Conteúdo
29/Jan/2024
  • btn-whatsapp

O Magazine Luiza vai fazer um aumento de capital que pode chegar a R$ 1,25 bilhão, em uma operação privada que contará com dinheiro da família Trajano, controladora da rede de varejo, e a participação do BTG Pactual.

A família da executiva Luiza Trajano entrará com R$ 1 bilhão na operação, de acordo com fato relevante divulgado na noite deste domingo, 28. O BTG Pactual se comprometeu a ficar com R$ 250 milhões em ações e também terá papel importante de financiador na parte dos recursos que a família vai aportar.

O banco de André Esteves, segundo o fato relevante, se comprometeu a "exercer integralmente os direitos de preferência para aquisição de ações cabíveis aos controladores da Companhia, assim como participar da rodada de sobras, e subscrever até R$1 bilhão de ações" do Magalu. Isso será feito por meio de uma operação de troca de resultados de fluxos financeiros futuros - uma operação chamada de "Total Return Swap".

No aumento de capital, o preço fixado para a ação será de R$ 1,95. Na sexta-feira, 26, o papel fechou em R$ 2,08. Nos dois casos, como indica o próprio fato relevante, a cotação está bem distante dos níveis do papel da empresa nos últimos anos. Em julho de 2021, superou R$ 22 na oferta pública de ações feita pela varejista.

Os recursos do aumento de capital serão usados para acelerar os investimentos em tecnologia do Magalu, incluindo a expansão do Luizalabs, a evolução da plataforma de marketplace, experiência do usuário, operações na nuvem, além de reduzir dívidas. A rede de varejo tem uma dívida de R$ 2 bilhões em notas promissórias para vencer em abril.

O aumento de capital foi aprovado pelo conselho da rede de varejo no último dia 26 e prevê uma operação mínima de R$ 1,187 bilhão e máxima de R$ 1,250 bilhão. O Magalu vale R$ 14 bilhões na B3. Em 12 meses, a ação acumula queda de 51%.

 

IMAGEM: Magazine Luiza/divulgação

Store in Store

Carga Pesada

Vídeos

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

Novos tempos, velhas crises

Confira como foi o 4° Liberdade para Empreender

Colunistas