Magalu compra Kabum!, a maior aquisição da história da companhia

O e-commerce de tecnologia e games foi adquirido pela varejista por cerca de R$ 3,5 bilhões

Estadão Conteúdo
15/Jul/2021
  • btn-whatsapp
Magalu compra Kabum!, a maior aquisição da história da companhia

O Magazine Luiza anunciou nesta quinta-feira, 15/07, a aquisição do Kabum!, e-commerce de tecnologia e games. A compra será paga em três etapas, sendo a primeira uma parcela à vista de R$ 1 bilhão e as demais em ações, podendo chegar a um montante equivalente a cerca de R$ 3,5 bilhões, em janeiro de 2024, caso o Kabum! cumpra metas nesse período.

Criado em 2003, em Limeira, no interior de São Paulo, o Kabum! teve receita bruta de R$ 3,4 bilhões e um lucro de R$ 312 milhões nos últimos 12 meses. A plataforma dos irmãos Thiago e Leandro Ramos estaria à venda, pelo Itaú BBA, desde o fim de 2020. "Foi um processo competitivo, eles chegaram a conversar com outras empresas. Foi um processo relativamente quente", diz Frederico Trajano, CEO do Magazine Luiza sobre a transação.

Para ele, a intenção de venda do ativo veio do entendimento que o melhor para a plataforma seria a combinação com um ecossistema grande. "O e-commerce de nicho é muito específico. Por melhor que ele seja e mais rentável, em algum momento um dos grandes players pode entrar no mercado deles. E eles estão no melhor momento de sua história na pandemia", diz Trajano.

A negociação foi trabalhosa, já que com uma operação rentável e organizada, o Kabum! não precisava da venda e podia fazer suas exigências. "Era um ativo que interessava a outros também. Se fôssemos muito conservadores, perderíamos o negócio", pondera Trajano.

Ele avalia que o valor acordado, que representa a maior aquisição da história do Magalu, foi justo.

Depois do pagamento da primeira parcela de R$ 1 bilhão, a segunda etapa envolve a transferência de 75 milhões de ações ordinárias do Magazine Luiza ao longo de um ano e meio. Para isso, a empresa pode emitir ações ou usar as que tem em tesouraria. Depois, em janeiro de 2024, a varejista deve pagar até 50 milhões de ações, a depender do cumprimento de metas de performance do KaBuM!.

Trajano comenta que essa é uma forma de garantir o comprometimento da adquirida com o ecossistema da empresa como um todo.

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas