Governo registra melhora na governança das estatais

Indicador do ministério do Planejamento mostra uma melhora de 70% na pontuação média de 46 empresas avaliadas. Para o ministro Esteves Colnago, estrutura do Estado está mais racional

Estadão Conteúdo
11/Mai/2018
  • btn-whatsapp
Governo registra melhora na governança das estatais

O Indicador de Governança da Secretaria de Coordenação e Governança de Empresas Estatais (IG-Sest) apresentou uma melhora de 70% na pontuação média das 46 empresas avaliadas pelo Ministério do Planejamento. Esse foi o segundo ciclo de avaliação das estatais federais e controle direto da União (dependentes e não dependentes).

Banco do Brasil, Eletrobras e Petrobras obtiveram a nota máxima de 10 pontos, seguidos por BNB (9,8), Emgea (9,7), Caixa Econômica Federal (9,7), Serpro (9,5), BNDES (9,5), Basa (9,3) e Infraero (9,3). Já as piores notas ficaram com Ebserh (2,1) - que administrada os hospitais de universidades federais -, Hemobrás (3,8), CeasaMinas (4,8) e Codesa (4,9).

A nota média de todas as empresas avaliadas passou de 4,08 pontos para 6,93 pontos. De acordo com a pasta, as estatais que apresentaram maior evolução no indicador foram Casemg, Codeba, Correios, Infraero, CBTU, Ceitec, Conab, CPRM, Epe e HCPA - todas com uma elevação de mais de 4 pontos em suas notas.

Segundo a pasta, a melhora no indicador médio se deve à implementação da área de gestão de riscos, à execução de práticas sistemáticas de controle interno e a realização de treinamentos sobre o código de conduta e integridade. Segundo o Planejamento, o próximo ciclo de avaliação deixará de focar em conformidade para medir a efetividade das empresas.

O ministro do Planejamento, Esteves Colnago, destacou a evolução das empresas nos seis meses entre o primeiro e o segundo ciclo de avaliações. Ele lembrou que a participação das estatais é voluntária.

"Mais importante que a redução do número de estatais - que são 145 no total -, é racionalizar a estrutura do Estado, buscando junto com as empresas soluções que as fortaleçam", afirmou o ministro.

IMAGEM: Agência Brasil

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas