Expectativa da Facesp é que MP da liberdade econômica impulsione crescimento

Alfredo Cotait Neto, presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de S.Paulo, avalia que a medida vai permitir a criação de instituições que assegurem a liberdade, a criatividade e a responsabilidade como pilares de avanço da economia

FACESP
12/Jul/2019
  • btn-whatsapp
Expectativa da Facesp é que MP da liberdade econômica impulsione crescimento

Após a aprovação da Medida Provisória (MP) 881/19, que trata sobre a liberdade econômica, pela comissão mista formada por senadores e deputados federais, o presidente da Facesp, Alfredo Cotait Neto, comemorou o resultado. 

“Ao reduzir a intervenção estatal e desburocratizar os controles, a MP 881 permite a criação de instituições que assegurem a liberdade, a criatividade e a responsabilidade como pilares do crescimento econômico”, afirma Cotait.  O texto da MP, conhecida como “Liberdade de Empreender”, foi analisado e aprovado nesta quinta-feira (11/07), no Senado Federal, em Brasília.  

LEIA MAIS: Com a MP a Liberdade Econômica, governo projeta 3,7 milhões de vagas

A Facesp tem sido parte importante do processo de construção do projeto que estabelece garantias para o livre mercado. O relator da MP, o deputado federal Jerônimo Goergen (PP-RS), esteve na sede da Facesp, na capital paulista, dia 1º de julho. Ele se reuniu e debateu o tema com o presidente Cotait e com o vice-presidente da Facesp e deputado federal Marco Bertaiolli.  

“A MP equipara as condições para a atividade empresarial no Brasil às das nações mais desenvolvidas, preparando o nosso País para o ingresso nas grandes organizações internacionais”, avalia Cotait.  

O texto aprovado no Senado estabelece normas de proteção à livre iniciativa e ao livre exercício de atividade econômica. Entre as novas regras estão o fim da autorização prévia para atividades econômicas de baixo risco; a liberdade de horário e dia para funcionamento; além de preços de produtos e de serviços passarem a ser livremente definidos pelo mercado.  

O projeto de lei foi encaminhado para a análise nos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado antes de ir para a sanção do presidente da República. A expectativa é que este processo ocorra até setembro deste ano. 

“Nosso País precisa estimular que as pessoas empreendam, abram novos negócios, gerem emprego e renda e é isso que esta MP estabelece”, afirma o vice-presidente Bertaiolli, que também foi vice-presidente da comissão mista que analisou o texto. “Nesta importante medida provisória, que acaba de ser aprovada na comissão, vale aquela máxima que nós aprendemos há muito tempo: se o Estado não puder ajudar os empreendedores brasileiros, que, por favor, não atrapalhe”, ressalta Bertaiolli.

Para ele, a aprovação da MP é uma forma de valorizar todos os brasileiros que querem uma oportunidade de trabalhar. “A Facesp sempre apoiará de forma integral projetos que visem a criação de um ambiente de negócios favorável ao empreendedorismo e ao desenvolvimento econômico”.

FOTO: Fernando Salgado/ACSP

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas