E lá se vai R$ 1,5 trilhão do bolso do contribuinte

Esse é o valor em impostos, taxas e contribuições pago pelos brasileiros do início do ano até agora, segundo o Impostômetro da ACSP

Redação DC
30/Jul/2021
  • btn-whatsapp
E lá se vai R$ 1,5 trilhão do bolso do contribuinte

O Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) atinge R$ 1,5 trilhão no domingo (1/8). Esse é o montante pago pelos contribuintes em tributos desde o primeiro dia do ano aos governos federal, estaduais e municipais.

No ano passado, o registro aconteceu em 28 de setembro, o que quer dizer que em 2021 a velocidade da arrecadação aumentou.

As causas do aumento da arrecadação de tributos neste ano, comparado com 2020, são a melhora da situação da economia, com maior produção e maior consumo, de um lado, o que é positivo, e a elevação dos preços dos produtos e serviços, de outro, o que é negativo.

A taxa de inflação, medida pelo IPCA, atingiu 8,6% em doze meses. O IGP-M subiu mais de 33% no mesmo período. O aumento dos preços reflete na receita tributária, contribuindo para que o ritmo da arrecadação aumente este ano, analisa Marcel Solimeo, economista da ACSP.

Ele pondera que no mesmo período do ano passado a maioria dos estados ainda adotava medidas restritivas para o funcionamento de lojas, shoppings e restaurantes, com objetivo de conter o avanço da covid-19.

“Boa parte do aumento da arrecadação deste ano é explicada pela melhora da economia, que está menos sujeita às restrições de funcionamento”, diz Solimeo.

O QUE FAZER COM R$1,5 TRILHÃO?

O que você faria com R$1,5 trilhão? De acordo com os cálculos do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), com esse montante é possível comprar mais de 48 mil carros populares.

Se aplicado na poupança, esse valor renderia também mais de R$ 8,6 milhões por mês.

PESO DOS IMPOSTOS

No site Impostômetro é possível saber qual a alíquota de imposto por produto. Os consumidores que não se prepararam para a massa de ar polar e precisam comprar cobertores, por exemplo, vão desembolsar 26,05% em imposto. Do preço do Edredom, 37,88% são tributos; do aquecedor de ambiente, 48,30%; do casaco de moletom, 34,67%; e do cachecol, 34,13%.

O painel físico do Impostômetro está localizado na Rua Boa Vista, 51, Centro Histórico de São Paulo – anexo ao edifício sede da Associação Comercial de São Paulo.

 

IMAGEM: Paulo Pampolin

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Mai
Jun
Jul
IGP-M
1,1072
1,1070
1,1008
IGP-DI
1,1056
1,1112
1,0913
IPCA
1,1173
1,1189
1,1007
IPC-Fipe
1,1227
1,1169
1,1073

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Abr
Mai
Jun
Demanda por crédito
-4,3%
-2,1%
-1,9%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
1,1%
1,5%
-0,8%
Inadimplência do consumidor
5,0%
7,5%
-0,6%
Recuperação de crédito
1,8%
-5,6%
2,4%
mais índices

Vídeos

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Tarcísio de Freitas participa de ciclo de debates promovido pela ACSP

Felipe d’Avila, do Novo, foi sabatinado por empresários na ACSP

Márcio França fala em fim da ‘tiriricação’ da política

Colunistas