Demanda por crédito recua em maio

Ritmo de crescimento em 12 meses, porém, vem se mantendo constante desde 2018, de acordo com a Boa Vista

Redação DC
28/Jun/2019
  • btn-whatsapp

A demanda por crédito do consumidor recuou 5,7% em maio na comparação com abril, já descontados os efeitos sazonais, de acordo com dados nacionais da Boa Vista. Na comparação com maio de 2018, o indicador subiu 6,6%. No acumulado em 12 meses, a alta é de 4,8%.

Considerando os segmentos que compõem o indicador, o Financeiro apresentou queda de 6,7% no mês. O segmento Não Financeiro, por sua vez, recuou 5% na mesma base de comparação.

A trajetória do indicador acumulado em 12 meses mostra que a demanda por crédito não tem apresentado sinais de aceleração no seu ritmo de recuperação, refletindo o fraco crescimento da economia e o mercado de trabalho fragilizado por elevadas taxas de desocupação e subutilização da mão de obra.

Considerando os segmentos que compõem o indicador, nota-se tendência de alta no segmento Não Financeiro, contra estabilidade no segmento Financeiro.

A deterioração do cenário econômico e a rápida queda da confiança nos últimos meses tende a se refletir em um comportamento mais cauteloso dos consumidores e afetar, com isto, a demanda por crédito, que já mostrou queda acentuada em maio – sendo que a diminuição mais acentuada foi observada no segmento Financeiro.


CLIQUE AQUI para ver a série histórica do indicador

 

 

 

 

 

 

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Abr
Mai
Jun
IGP-M
1,1466
1,1072
1,1070
IGP-DI
1,1353
1,1056
--
IPCA
1,1213
1,1173
--
IPC-Fipe
1,1226
1,1227
--

Indicadores de crédito Boa Vista

Índice
Mar
Abr
Mai
Demanda por crédito
0,6%
-4,3%
-2,1%
Pedidos de falência
--
--
--
Movimento do comércio
-1%
1,1%
1,5%
Inadimplência do consumidor
5,1%
5,0%
7,5%
Recuperação de crédito
6,4%
1,8%
-5,6%
mais índices

Vídeos

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

O advogado Igor Nascimento Souza fala sobre o Fiagro

2º Encontro "Liberdade para Empreender”

SOS Empreendedores - Crédito e negociação de dívidas

Colunistas