Coronavírus derruba oferta mundial de serviços

Indicador da OMC mostra que, no primeiro trimestre, o maior declínio foi visto no componente de viagens aéreas de passageiros, seguido pelo de transporte de contêineres

Estadão Conteúdo
11/Mar/2020
  • btn-whatsapp

A Organização Mundial do Comércio (OMC) informou que o comércio mundial de serviços continuou a se enfraquecer no final de 2019 e no primeiro trimestre de 2020, de acordo com a mais recente edição do "Barômetro de Comércio de Serviços" da entidade, divulgado na manhã desta quarta-feira, 11/03.

O indicador caiu de 98,4 em setembro para 96,8 na leitura desta quarta, mas deve diminuir ainda mais nos próximos meses, de acordo com a OMC, considerando os impactos econômicos do coronavírus.

O Barômetro aponta que o maior declínio foi visto no componente de viagens aéreas de passageiros, seguido pelo de transporte de contêineres, este impactado pelo menor volume de embarques na Ásia.

"Ambos os índices cobrem os desenvolvimentos até janeiro e podem refletir em parte os primeiros esforços para impedir a propagação da doença, que se intensificou no final do mês", diz a nota da OMC.

No Barômetro, leituras em 100 indicam crescimento em linha com as tendências de médio prazo. Já leituras maiores do que 100 sugerem crescimento acima da tendência e aquelas abaixo de 100 indicam o contrário.

Além disso, a instituição informou uma medida aproximada do volume do comércio mundial de serviços, que caiu de 4,7% no primeiro trimestre de 2019 para 2,8% no terceiro trimestre do mesmo ano.

 

IMAGEM: Thinkstock

Indicadores Econômicos

Fator de Reajuste

ÍNDICE
Fev
Mar
Abr
IGP-M
1,1612
1,1477
1,1466
IGP-DI
1,1535
1,1557
1,1353
IPCA
1,1054
1,1130
1,1213
IPC-Fipe
1,1033
1,1096
1,1226